Durante os dias 27 e 28 de novembro, o Startupi reuniu empreendedores de todo o Brasil em mais uma edição do Innovation Tour. Desta vez, em parceria com o Plus Day do CASE 2018, um dos maiores eventos para st​artups da América Latina, encerrando a edição anual da São Paulo Tech Week, considerada a maior semana de tecnologia do mundo, com mais de 300 eventos realizados.

Uma das empresas que recebeu um dos grupos de participantes foi a Amaro. A marca, que nasceu digital em 2012, começou a abrir lojas-conceito em 2015, onde o cliente vai apenas para conhecer de perto os produtos da loja, mas sem levar a compra física imediatamente.

Antonia Dornelles, da área de comunicação da empresa, explicou aos participantes sobre a visão da startup. “A Amaro é, sobretudo, uma empresa de tecnologia. Temos internamente um time de engenheiros para que possamos dar uma experiência incrível de compra aos nossos clientes, queremos criar uma memória para o consumidor”, explica.

São mais de 400 funcionários na startup, e o único serviço tercerizado por eles é a logística para entrega dos produtos, que pode ser realizada até no mesmo dia da compra online. Destes, mais de 30 colaboradores estão envolvidos diretamente com tecnologia. “Não há outras empresas com o mesmo modelo de negócio e alcance nacional que a Amaro tem”, explica Antonia. Os participantes ainda conheceram de perto o escritório da marca, que produz anualmente mais de 10 mil peças, baseando-se em análise de dados, para entender detalhadamente sobre a preferência dos consumidores da marca.

Aplicativo

Próxima parada, RankMyApp! Os empreendedores participantes do Tour foram recebidos por Juliana Assunção, CMO e cofundadora da startup. Lá, Juliana bateu um papo com os participantes sobre a história da startup, fundada em 2015.

A ferramente da startup é voltada para empresas e profissionais de marketing mobile, que utiliza técnicas de ASO (app store optimization) para melhorar o ranking do app dentro da app store. Em seus três anos de história, a RankMyApp já atendeu mais de 400 apps em 17 países.

A CMO também explicou como os processos internos da startup funcionam, baseados em OKRs (Objective and Key Results), um framework utilizado para estabelecer resultados e objetivos nas empresas, em todos os setores, para companhias de todos os portes. “Otimizamos os nossos resultados com essa metodologia, sempre cuidando para que todo pessoal da empresa esteja alinhado, na busca pelos mesmos objetivos, sempre”, diz.

Fintech

Depois de falarem sobre utilização de big data e cultura organizacional, foi a vez dos participantes do Startupi Innovation Tour + Plus Day conhecer de perto a Stone.

A startup brasileira estreou na Nasdaq no último mês de outubro, chegando a um valor de mercado de US$9 bilhões. A Stone atende hoje mais de 200 mil comerciantes online e em unidades físicas, faz de processamento de pagamentos, incluindo máquinas para pontos de venda e serviços de meios de pagamentos.

Atualmente, são mais de 3500 colaboradores na empresa. A chave para este sucesso? “O grande segredo da Stone foram as pessoas. Sempre buscamos trazer para dentro da nossa equipe gente que é capaz de fazer melhor que a gente mesmo. Além disso, temos o objetivo de sempre desafiar o status quo. Nós ouvimos o lojista, conhecemos de perto nossos usuários. Somos e sempre seremos desafiadores”, explica João Vasconcellos, sócio da empresa.

O dia foi finalizado dentro do CUBO, hub de inovação resultado da parceria entre Itaú Unibanco e Redpoint eventures. Os presentes no Tour puderam conhecer de perto a estrutura do prédio, que recebe cerca de 2 mil pessoas diariamente, com a capacidade para receber até 10 eventos simultâneos.

Quer saber como foram as outras visitas do Innovation Tour? Acesse aqui:

Rappi, Oracle Startup Global Ecosystem, Wirecard, Samsung Ocean;
Linkedin, IBM e VTEx;
Movile, Squid e Guia Bolso;
Microsoft, Udacity, In Loco e eretz bio;
Neon, Mercado Livre e Bossa Nova Investimentos + DOMO Invest.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta