O McDonald’s, em sua maior aquisição em 20 anos, comprou uma startup de tecnologia de lógica de decisão para personalizar melhor os menus em seu impulso digital.

A maior rede de restaurantes do mundo está gastando mais de US$ 300 milhões na Dynamic Yield, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto. Com a nova tecnologia, os restaurantes do McDonald’s podem variar a exibição de itens em seus menus eletrônicos, dependendo de fatores como o clima – mais café em dias frios e McFlurries em dias quentes, por exemplo – e a hora do dia ou preferências regionais. Os menus também sugerem itens complementares aos clientes.

Desde que assumiu o comando em 2015, o CEO Steve Easterbrook levou a tecnologia – incluindo quiosques de autocondicionamento, placas de menus digitais e entrega – a impulsionar as vendas e ajudar o McDonald’s a se destacar entre os rivais. Como o McDonald’s raramente realiza aquisições, a compra da Dynamic Yield mostra o desejo da empresa de alavancar a tecnologia para acelerar o crescimento na indústria de restaurantes altamente competitiva.

“A tecnologia é um elemento crítico do nosso plano de crescimento de velocidade”, disse Easterbrook em um comunicado. Ele disse que o McDonald’s está expandindo o papel que a tecnologia desempenhará no futuro da empresa “e a velocidade com a qual poderemos implementar nossa visão de criar experiências mais personalizadas para nossos clientes”.

O analista da Baird, David Tarantino, disse que vê “valor estratégico” no negócio, especialmente porque o McDonald’s tenta acelerar seu crescimento e “elevar a experiência do cliente”. Ele disse que o acordo pode ser “ligeiramente diluído nos estágios iniciais”.

O McDonald’s testou a tecnologia Dynamic Yield nos EUA em 2018 e apresentará este ano mais amplamente menus drive-thru quando o negócio for fechado. A empresa também planeja expandir a capacidade de mercados no exterior. Este é o maior acordo para a cadeia de Chicago em cerca de 20 anos, quando se tornou investidor na Chipotle Mexican Grill.

Com o acordo, o McDonald’s se torna o único proprietário da Dynamic Yield, que tem sede em Nova York e Tel Aviv. A cadeia de lanchonetes de 38.000 lojas continuará investindo na Dynamic Yield, que continuará sendo uma empresa autônoma. O site da Dynamic Yield diz que os clientes incluíram a Urban Outfitters, a Ikea e a HelloFresh.

Fonte: Bloomberg

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta