Com o Jovens Gênios, educadores se aproximam dos estudantes e pais participam mais ativamente do estudo dos filhos; startup foi acelerada pelo Sevna, em Ribeirão Preto (SP)

Um engenheiro e um professor criaram o Jovens Gênios, plataforma educacional para crianças e adolescentes com o objetivo de individualizar o aprendizado e torná-lo mais divertido. A startup, com sede no Rio de Janeiro (RJ), participou do quinto ciclo de aceleração do Sevna Startups, no Supera Parque de Ribeirão Preto (SP).
O Jovens Gênios conta com mais de 10 mil questões e aproximadamente 400 aulas interativas de Matemática para alunos do 6º ao 9º ano, além de avatares, medalhas e ranking da escola. O produto é constituído por três plataformas digitais: dos Educadores, dos Exploradores e a dos Pais.
“Primeiro, realizamos um workshop com os professores da instituição com o intuito de encontrar a melhor maneira de utilizar o Jovens Gênios de acordo com a realidade da escola. Depois, o professor escolhe uma atividade da plataforma e os alunos são divididos em equipes para iniciar o desafio gamificado. A empolgação, concentração e colaboração dos estudantes durante a atividade deixam claro os benefícios do Jovens Gênios para a educação das crianças”, afirma o Diretor de Expansão e Novos Negócios da startup, Bernard Caffé Figueiredo.
Ao final da competição dos alunos, os pais são convidados para uma palestra. “Geralmente, os responsáveis ficam distantes da rotina escolar do estudante, sabendo apenas dos seus resultados por meio das avaliações, o que, muitas vezes, gera atritos com a escola. A dinâmica da plataforma muda essa realidade”, explica Bernard.
Depois dessa fase de implementação, o uso do Jovens Gênios varia dependendo da realidade da escola. A plataforma oferece seis opções de utilização: aula gamificada, para dinamizar a aula em determinado tópico; tarefas de casa, na qual o professor escolhe atividades da plataforma, passa para os alunos resolverem em casa e acompanha o desempenho; exercícios em sala de aula, quando o professor escolhe exercícios e acompanha em tempo real as necessidades de cada um; sala de aula invertida, em que o aluno estuda o conteúdo a ser passado antes com as aulas interativas e exercícios para expor os conhecimentos adquiridos para toda a turma; aula avaliativa, um teste aplicado aos alunos para que o professor saiba em quais tópicos passados há maiores dificuldades; e reforço escolar, recurso que, através dos algoritmos de Machine Learning, identifica as principais necessidades do aluno e elabora planos de estudos personalizados com as atividades que ele mais precisa.
“Cada estudante é único, tem necessidades singulares e, por isso, precisa de um plano de estudos personalizado. Com um estudo mais divertido, o estudante é motivado a completar atividades para competir com seus amigos, ganhar medalhas e ganhar pontos para evoluir seus avatares”, avalia Fernando Costa, Diretor de Tecnologia e Inovação da startup.

O conteúdo da plataforma foi desenvolvido em parceria com a Evolua Educação, empresa com mais de 20 anos de experiência no mercado de educação, e as Empresas Juniores da UNICAMP, a Delta Jr. e Quanta Jr.
Em quatro meses, a plataforma já cadastrou 15 escolas e atende mais de 1800 alunos. Para 2019, a meta é produzir novos conteúdos e alcançar 100 escolas parceiras.
“O programa de aceleração do Sevna foi fundamental para o desenvolvimento dos nossos produtos e validação do modelo de negócio. Tudo isso só foi possível devido à riqueza de conhecimento dos mentores e apoiadores, que nos ensinaram metodologias estratégicas como lean analytics, lean startup, value proposition, business model innovation, growth hacking e design thinking. Ademais, o investimento inicial nos trouxe a liberdade e foco para ir ao mercado e validarmos o nosso produto”, diz Fernando.

Sobre o Sevna Startups

O Sevna Startups é o programa de aceleração de startups mantido pelo Instituto Sevna, com sede no Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto (SP), e é a primeira do Brasil a fazer parte da GAN (Global Accelerator Network). A aceleradora iniciou sua operação em 2015, promoveu cinco ciclos de aceleração completos e iniciou o sexto programa dia 8 de outubro. O Sevna reúne atualmente um portfólio de 27 startups, cujo valor está estimado em R$ 56 milhões.

Publicado em 13 de novembro de 2018.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta