O banco central de Cingapura planeja trazer bitcoin e outros futuros de criptomoedas negociados em bolsas aprovadas sob seu regulamento em resposta ao interesse de investidores institucionais internacionais, informou nesta quarta-feira.

Os vigilantes do mercado em todo o mundo vêm debatendo se e como devem regular o setor de criptomoedas. Muitos focaram sua atenção inicialmente em questões de proteção ao investidor, devido a preocupações sobre manipulação de mercado e volatilidade das criptomoedas.

Em um documento de consulta, a Autoridade Monetária de Cingapura (MAS, na sigla em inglês) afirmou ter visto o interesse de investidores institucionais em negociar “tokens de pagamento”, como bitcoin, que “precisam de um produto regulamentado para obter e proteger sua exposição”.

A consulta será encerrada em 20 de dezembro.

Os produtos derivativos são uma preocupação particular dos reguladores que procuram proteger os investidores, e a MAS disse que não considerava a bitcoin e outros derivativos similares adequados para negociação por investidores de varejo.

“Os tokens de pagamento subjacentes tendem a exibir alta volatilidade e são intrinsecamente difíceis de avaliar… As perdas também foram amplificadas devido à natureza alavancada dos derivativos, e os investidores podem até perder mais do que a quantia total investida”, afirmou a MAS.

Fonte: Agência Reuters

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta