O Elo7, marketplace de produtos criativos, anunciou a aquisição da Lá Vem Bebê, site de chás de bebê online. Com a compra, que não teve valores divulgados, o Elo7 amplia sua atuação no mercado para oferecer serviços que tornam a experiência do consumidor completa, além de reforçar uma série de ações conjuntas de marketing e tecnologia com destaque em produtos personalizados para momentos únicos.

Este é o segundo movimento do Elo7 em menos de seis meses. Em agosto do ano passado, a companhia anunciou um aporte à Wedy, plataforma de organização de casamentos, categoria responsável por 10% do volume de vendas do marketplace.

“Nosso objetivo é, cada vez mais, girar a economia em torno de momentos especiais, presenciais ou online, fomentando negócios de micro e pequenos empreendedores, e possibilitando que os consumidores transitem entre os sites, obtendo vantagens, como, por exemplo, fazer uma lista de presentes de chá de bebê no site Lá Vem Bebê”, afirma Carlos Curioni, CEO do Elo7.

Fundada em 2016 em São José dos Campos (SP) pelo engenheiro Michel Zreik, a Lá Vem Bebê é uma startup de tecnologia pioneira na oferta de Chás de Bebê Online. Com a pandemia, a busca por Chás de Bebê Online aumentou drasticamente e alçou a Lá Vem Bebê a destino obrigatório para as mamães buscando organizar seus Chás de Bebê em uma situação de distanciamento social.

A companhia já ajudou 90 mil mães a planejarem e organizarem o chá de bebê gratuitamente pelo site, que conta com uma lista de presentes que pode ser compartilhada com todos os participantes, possibilitando-os a comprar dentro da plataforma. O valor dos presentes é recebido pelos pais em dinheiro, para que eles utilizem da maneira que acharem melhor, contribuindo, assim, para uma melhor organização desse momento especial que é o nascimento de um filho.

“A Lá Vem Bebê chega para complementar o que o Elo7 oferece a esse mesmo segmento. Com as empresas em sinergia, vamos unir forças para oferecer uma gama de produtos e serviços ainda maior, fidelizando cada vez mais esse segmento de mercado”, conta Curioni.

Carlos Curioni, CEO do Elo7.

Com a união das empresas, o Elo7 terá capacidade de permitir que mais de 280 mil mães que compram produtos para maternidade e bebê no marketplace anualmente conheçam e tenham acesso a uma ferramenta para auxiliá-los na organização de um chá de bebê online. Desta forma, aumentam as chances de fidelização e diferenciação de ambas as plataformas neste mercado que movimenta R$ 50 bilhões por ano no Brasil.

“Quando colocamos o site no ar, em 2016, com apenas algumas funcionalidades, vimos que milhares de pessoas se interessaram em realizar seus chás bebê por meio da plataforma, e sentimos que estávamos no caminho certo. Fazer parte desse momento tão especial sempre foi nosso propósito e, agora, junto ao Elo7 acreditamos que vamos contribuir ainda mais para que toda a jornada que envolve a maternidade seja positiva, tranquila e marcante para as mamães, e ocorra de forma bastante organizada – totalmente online”, afirma Michel Zreik, CEO e Fundador da La Vem Bebê.

Com a operação, as equipes de ambas as empresas permanecerão com seus distintos focos, mas trabalharão em conjunto para oferecer os produtos personalizados do Elo7 junto com o site de chá de bebês para as futuras mamães. Já as plataformas, manterão suas funcionalidades atuais separadas: o Elo7 como um marketplace de produtos personalizados e autorais produzidos por dezenas de milhares de vendedores e a Lá Vem Bebê como solução tecnológica para a tradicional lista de presentes aos bebês.

A categoria de produtos para bebê está entre as cinco maiores do Elo7. Mensalmente, mais de um milhão de visitantes a acessam em busca de itens de decoração para o quarto dos pequenos, kit higiene, lembrancinhas de maternidade e peças para o enxoval do bebê. De acordo com dados do IBGE, como há cerca de 3 milhões de nascimentos por ano no Brasil, o Elo7 vê a importância em investir nesse segmento.

“Será uma oportunidade também para que os vendedores desta categoria dentro do Elo7 tenham mais oportunidades dentro desse nicho. Além disso, haverá diversas ações para integrar o marketplace ao site de listas de chá de bebê”, finaliza Curioni.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta