O Netshow.me, startup de transmissão de vídeos ao vivo, anunciou a aquisição da startup SignUp, de Natal-RN. A SignUp já desenvolvia plataformas de vídeos e outros conteúdos para clientes como AAA Inovação, com conteúdos sobre inovação, negócios e tecnologia criados por Ricardo Amorim, Allan Costa e Arthur Igreja; e Café Brasil Premium, com vídeos, podcasts e outros materiais sobre desenvolvimento pessoal e profissional elaborados por Luciano Pires. O valor do acordo não foi divulgado.

O Netshow.me, que estava buscando ampliar sua presença no mercado de vídeos online, viu no trabalho da startup uma oportunidade para aprimorar o produto e lançá-lo em grande escala. “Quisemos unir o modelo de plataforma da SignUp com a nossa estrutura de vídeos para trazer o melhor produto para o mercado”, explica Daniel Arcoverde, cofundador do Netshow.me.

Com esse movimento, os sócios da SignUp, Alex Garcia e José Alves Júnior, e seus demais colaboradores, se juntaram à equipe do Netshow.me em São Paulo. “A complementaridade entre a SignUp e o Netshow.me foi grande, não apenas em relação ao produto, mas também à cultura das duas empresas. Nossas equipes já começaram a trabalhar com muita sincronia e prontas para impactar cada vez mais negócios com nossa tecnologia de streaming”, afirma Garcia.

Daniel Arcoverde, José Alves, Rafael Belmonte e Alex Garcia

A nova plataforma Netshow.me permite que empresas tenham seu próprio ambiente online para hospedar, gerenciar e distribuir vídeos online e outros formatos de conteúdo. Funciona como uma “Netflix” própria. A plataforma é totalmente personalizável de acordo com a identidade visual do cliente e possibilita a monetização dos conteúdos via assinaturas, gerando receita de forma recorrente, escalável e segura. É uma solução voltada tanto para quem deseja rentabilizar cursos e conteúdos digitais quanto para organizações que querem ter uma plataforma própria para distribuir conteúdos de comunicação corporativa e treinamento empresarial.

Como a plataforma utiliza a estrutura de vídeos do Netshow.me, as empresas poderão realizar transmissões ao vivo com as ferramentas de personalização, engajamento e segurança já oferecidas pela empresa. Segundo Rafael Belmonte, também cofundador do Netshow.me, isso gera mais conveniência para os clientes, que podem contratar todas as soluções de um único fornecedor.

O novo posicionamento do Netshow.me acompanha o crescimento exponencial do mercado de OTT, que deve movimentar cerca de US$ 60 bilhões em 2020 (MarketsandMarkets). “Queremos construir a maior empresa de vídeos online da América Latina, com potencial para competir globalmente”, afirma Arcoverde. Somente em 2018, o Netshow.me realizou cerca de 3 mil transmissões ao vivo para mais de 130 empresas, como Oracle, Votorantim, Santander, Thomson Reuters, Grupo Pão de Açúcar, entre outras. A expectativa é mais do que dobrar o portfólio de clientes em 2019 com o lançamento da plataforma OTT.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta