A Fundação Getúlio Vargas – Educação Executiva acaba de lançar, no Rio de Janeiro, mais uma opção de MBA pensando nos profissionais que desejam se tornar investidores, executivos ou empreendedores, focado em Private Equity, Venture Capital e Investimentos em Startups.

Inédito
no Brasil, o curso terá duração de 15 meses e uma carga-horária de 432
horas-aula. O processo seletivo é composto pela análise
curricular e entrevista (presencial ou virtual) com o candidato. As aulas têm previsão para
começar dia 29 de abril e o interessado deverá desembolsar em torno de R$ 33.612,00.

Os investimentos de Venture Capital têm
sido responsáveis pelo desenvolvimento e sucesso de milhares de
empresas inovadoras de alto impacto, as startups, que estão revolucionando
modelos tradicionais de negócios. Da mesma forma, médias e grandes
empresas de capital fechado, especialmente negócios tradicionalmente
familiares, têm se beneficiado dos investimentos de Private Equity que,
além do capital financeiro, proveem uma série de valiosos
recursos estratégicos às empresas investidas. Ao redor do mundo, esta
é uma indústria de US$ 3,5 trilhões, dos quais aproximadamente US$ 70 bilhões
no Brasil.

Pensando nisso, a idealização do curso se fez
necessária ao publico que deseja ganhar conhecimento e entender como funciona
um processo de investimento e gerenciamento. “O curso visa
proporcionar aos alunos o conhecimento e a habilidade
necessários para liderarem processos de investimento e monitoramento por Private Equity e Venture
Capital. Os alunos serão capazes de participar ativamente como
investidores, gestores ou demais profissionais deste mercado”, ressalta um
dos coordenadores do curso, Caio Ramalho.

O curso conta também com disciplinas
inéditas em um MBA no país, tais como Investimento
Anjo e Investimentos de Private Equity e Venture Capital na
Prática. Nas duas últimas disciplinas do MBA são utilizados
jogos de negócios com foco em hard skills e simulação 100%
prática de todo o processo de análise, negociação,
estruturação e realização dos investimentos e desinvestimentos
em todos os cenários.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta