A Darwin Startups criou sua primeira spin-off, uma aceleradora de startups de hardware, a HARDS. Negócios em estágio early-stage podem se inscrever para participar do HARDS Factory, programa de pré-aceleração equity-free, que faz parte do processo de seleção para a aceleração.

Com inscrições abertas até o dia 09 de agosto,  o programa terá início em setembro deste ano. Segundo Marcos Buson, diretor do programa, além do time de mentores especializados em manufatura e distribuição, a aceleradora também fará aportes financeiros em troca de participação nas empresas.

“Os benefícios vão desde suporte a captação de recursos via editais de fomento e incentivos fiscais, até acesso a laboratórios de prototipagem e a uma infraestrutura completa para fabricação de lotes pilotos, tudo isso no mesmo prédio”.

A HARDS contará com a parceria da Fundação CERTI, a Federação das indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e a PRODUZA S/A, especializada em montagem de placas eletrônicas em pequenas e grandes séries, que também irão oferecer benefícios para as startups selecionadas no programa.

Para José Eduardo Fiates, diretor da FIESC e Superintendente da CERTI, as startups de hardware terão chances de captar recursos via subvenção econômica, com o apoio da aceleradora.

“Por muitos anos na CERTI fomos capazes de desenvolver projetos para utilizar recursos de editais e benefícios fiscais que apoiam pesquisa e desenvolvimento especialmente de hardware. Temos convicção que podemos transportar essa experiência ao programa e auxiliar ainda mais os empreendedores a desenvolver e escalar seus produtos”.

A aceleração irá funcionar no Instituto da Indústria, localizado no Sapiens Parque, em Florianópolis, Santa Catarina e a inscrição é feita exclusivamente pelo site. A expectativa é que sejam captados R$10 milhões para essa operação.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta