Objetivo da parceria é orientar a concepção de uma Escola de Empreendedorismo, alinhada à missão e objetivos estratégicos de ambas instituições

 Diretores do Sebrae e Fecomércio durante celebração de convênio

O diretor-presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, o presidente da Fecomércio e do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae Rio, Antonio Florencio de Queiroz Junior, e o diretor-superintendente do Sebrae Rio, Antonio Alvarenga Neto, assinaram na tarde desta quinta (25/7) um convênio entre Sebrae e Senac, com o objetivo de orientar a concepção de uma Escola de Empreendedorismo, alinhada à missão e objetivos estratégicos de ambas instituições.

A parceria iniciará com a oferta de um Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, no qual micro e pequenas empresas selecionadas pelo Sebrae servirão de estudos de caso, para atividades práticas dos alunos. O convênio contempla também um desconto de 50% na mensalidade da graduação aos funcionários Sebrae e seus dependentes.

Em sua primeira visita ao Sebrae no Rio de Janeiro, o diretor-presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, destacou que o Rio de Janeiro tem uma história formidável de apoio ao desenvolvimento do país. “Hoje o Brasil exige um comportamento diferenciado: temos que gerar emprego e quem tem a melhor estrutura para gerar esses empregos são as micro e pequenas empresas. O Sebrae tem boa atuação em todo o país. Temos a cultura empreendedora, o conhecimento e o que é fundamental, a metodologia”.

Antonio Florencio, presidente da Fecomércio, ressaltou que a assinatura do convênio entre o Sebrae e o Senac é a materialização de iniciativas conjuntas. “O empreendedorismo é um tripé da capacitação e do desenvolvimento do estado. Tenho certeza de que o Sistema S está pronto para dar o apoio intelectual e estrutural para colaborar de forma eficiente com o país e o Estado do Rio”.

O diretor-superintendente do Sebrae Rio, Antonio Alvarenga, falou sobre a importância da integração entre o Sebrae Nacional e as unidades do Sistema Sebrae em cada estado. Ressaltou a qualidade da equipe técnica do Rio de Janeiro. “O presidente Carlos Melles está conduzindo magistralmente a integração do Sebrae Nacional com as unidades estaduais, com a adoção de programas unificados e ações de aproximação para trabalhar em rede. E o Rio de Janeiro está preparado para apoiar todas as ações, por conta do alto nível de qualificação de todos os colaboradores, que conhecem profundamente nossos clientes, as micro e pequenas empresas”.

“Nos países mais desenvolvidos, os pequenos negócios alcançam entre 40% e 50% do PIB. No Brasil, nosso percentual gira em torno de 27%. Se por um lado é ruim, por outro, temos todo o potencial para crescer”. Como exemplo, o presidente do Sebrae Nacional destacou que: “Em 10 anos de MEI, alcançamos 8,5 milhões de microempreendedores cadastrados, cerca de 72% funcionando, e agora queremos criar mais oportunidades de trabalho”.

Ao longo de sua carreira pública, Melles disse ter percebido que a micro e pequena empresa é o tecido social mais consistente do país e que sempre trabalhou para a melhoria do ambiente de trabalho desses negócios. Como exemplo, o presidente do Sebrae Nacional destacou: “Em 10 anos de MEI, alcançamos 8,5 milhões de microempreendedores cadastrados, cerca de 72% funcionando, e queremos agora oferecer mais oportunidade de trabalho”.

Também afirmou que as reformas da Previdência e Tributária são uma realidade. “A reforma Tributária é uma reforma simplificadora, não vai diminuir impostos. As bases tributárias irão mudar e poderão afetar o Sistema S, mas estamos atentos e vamos nos preparar”, finalizou.

O encontro contou também com as presenças dos diretores do Sebrae Rio, Sergio Malta e Julio Cezar Rezende de Freitas, respectivamente, de Desenvolvimento e de Produto e Atendimento; das diretoras do Senac, Ana Claudia Martins Alencar e Wilma Freitas, além de assessores, gerente e coordenadores.

Assessoria de Imprensa Sebrae
Telefone (61) 3348-7570 / (61) 3348-7754

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta