Outro rival da WeWork está atraindo dinheiro de uma lista de investidores institucionais, já que a força dos escritórios de coworking enfrenta a perspectiva de uma competição mais dura diante de seu IPO.

A startup de Nova York, Industrious, levantou US$ 80 milhões de grandes investidores, incluindo a Brookfield Properties, a cadeia de fitness de luxo Equinox e o Canada Pension Plan Investment Board, de acordo com o cofundador e CEO Jamie Hodari.

Como outros competindo com a WeWork, a Industrious aperfeiçoou sua estratégia para reduzir o risco e se tornar um investimento mais seguro. Sob um novo modelo de negócios adotado no ano passado, a empresa evitará a assinatura de contratos de arrendamento de longo prazo e, em vez disso, firmará parcerias com proprietários para administrar seus edifícios como espaços de trabalho conjunto ou para inquilinos. É um acordo semelhante ao da indústria hoteleira, onde os proprietários entregam a administração de suas propriedades a marcas como Hilton e Marriott.

“É mais sustentável, cuidadoso e menos arriscado confiar em contratos de gestão que duram de 15 a 25 anos”, disse Jamie. A WeWork, em contraste, tinha US$ 47,2 bilhões em obrigações futuras de arrendamento em 30 de junho.

O Knotel, outro gestor de espaços de trabalho flexíveis, anunciou sua própria captação de recursos de US$ 400 milhões na quarta-feira, dando-lhe um valor implícito de pelo menos US$ 1,3 bilhão. Jamie Hodari, entretanto, se recusou a divulgar o valuation da Industrious.

Hodari disse que se concentrou em levantar fundos de grandes proprietários que podem desempenhar um papel na aceleração do crescimento da empresa. O empreendimento irá operar sites de coworking ligados a ginásios Equinox, uma parceria a ser apresentada no desenvolvimento de Hudson Yards, em Manhattan. Também está trabalhando em negócios com investidores, incluindo a Brookfield Properties, uma subsidiária da Brookfield Asset Management.

À medida que as propriedades da Brookfield se transformam em centros onde as pessoas fazem compras, jantam, vivem e fazem seu trabalho, “o espaço de coworking é uma área crescente em nosso portfólio”, disse Sandeep Mathrani, CEO do grupo de varejo da Brookfield.

Uma mudança ‘assustadora’

A Industrious opera cerca de 80 locais e pretende fechar parcerias para mais 60 locais no próximo ano. Os proprietários de edifícios geralmente cobrem a maior parte do custo para reformar espaços. A empresa obtém parte da receita coletada dos clientes e pode compartilhar os lucros de um proprietário, uma vez que um local ganha mais do que o aluguel equivalente no mercado. Os espaços industriais geralmente são projetados para ganhar 30% a mais pelos locadores do que de outra forma, diz Hodari.

Parte da captação de recursos será usada para expandir para cidades no México, Canadá e Europa. A empresa também planeja aumentar sua presença em Nova York, Filadélfia, Denver e São Francisco.

A WeWork deve levantar mais de US$ 3 bilhões em seu IPO no mês que vem e mais bilhões em financiamento de dívida. “Se a Industrious continuasse assinando contratos ao invés de parcerias com os proprietários, teria precisado de muito mais capital, enquanto enfrentava o risco de um aperto em uma crise econômica”, disse Hodari. Em vez disso, espera-se que sua estratégia ajude a empresa a se tornar rentável no início do próximo ano.

“É perigoso e desnecessário para as empresas ficarem presas em uma posição onde precisam levantar centenas de milhões ou mais para financiar seu crescimento”, disse ele. A mudança na estratégia, “foi uma transição assustadora e estressante, já que não estava claro se poderíamos ter proprietários de terrenos a bordo. Mas estou feliz que tenhamos feito isso”, conclui.

Fonte: Bloomberg

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta