O SoftBank dobrou sua participação no Banco Inter, de acordo com uma pessoa familiarizada com a transação.

A gigante da tecnologia japonesa assumiu uma participação de 8,1% no Banco Inter em julho por cerca de R$760 milhões (US$ 186 milhões). A empresa está adquirindo participação adicional de membros das famílias controladoras do banco.

O CEO do Banco Inter, João Vitor Menin, que detém 5,4% do banco, não está entre os vendedores, de acordo com a pessoa, que pediu para não ser identificada porque as informações não são públicas. A família Menin fundou a construtora MRV Engenharia e Participações SA. O SoftBank e o Banco Inter não quiseram comentar.

O SoftBank, com sede em Tóquio, está em uma farra de bilhões de dólares na América Latina, concentrando-se em cerca de 300 alvos na região. Já gastou mais de US$ 1 bilhão em um fundo de US$ 5 bilhões lançado em março para financiar empresas de tecnologia na região.

As ações preferenciais do Banco Inter aumentaram mais de 500% desde a abertura do capital, entre os IPOs com melhor desempenho da região, segundo dados compilados pela Bloomberg.

A empresa, que começou como um banco focado no setor imobiliário, se reinventou como um credor online, oferecendo contas e produtos com taxa zero, além de vender serviços de investimento e corretagem.

Fonte: Bloomberg

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta