Startup de Ribeirão Preto usa a tecnologia para aumentar o desempenho das equipes

O setor de Recursos Humanos sempre foi reconhecido pelos seus processos burocráticos. No entanto, com o avanço das tecnologias, as empresas têm enxergado a gestão de pessoas como parte da estratégia de crescimento no mercado. Esta mudança no setor é identificada como RH 3.0.

Em um primeiro momento, a área de Recursos Humanos era focada somente nas questões operacionais da relação empregador-empregado (contratação, pagamento, férias, rescisão etc.). Com a chegada do RH 2.0, o setor ganhou um tom mais humanizado, focando também na atração, retenção e motivação de talentos. Hoje, podemos falar de um RH muito mais estratégico, o 3.0, com soluções automatizadas que resolvem os desafios das fases anteriores e ainda contam com ferramentas e sistemas de people analytics.

Estas transformações no setor estão acontecendo principalmente pela atuação das HRTechs, startups que propõem soluções tecnológicas aos desafios da gestão de pessoas. Apesar de ainda existir uma certa resistência no mercado quanto à automação do RH, a necessidade da modernização dos processos é uma demanda latente.

“O movimento das empresas nesse sentido ainda é lento no Brasil. Uma pesquisa realizada pela Softex indica que a cada quatro empresas, apenas uma alcançou níveis superiores de maturidade para a transformação digital. Nesse cenário, eu vejo um mercado promissor, cheio de oportunidades”, comenta Denise Lustri, CEO da Cohros, HRTech de Ribeirão Preto.

O poder dos dados na gestão de equipes

Foi pensando nesta movimentação de mercado que surgiram os softwares da Cohros. A startup faz a conexão entre o desempenho humano e o desempenho organizacional, por meio do processamento de dados. O intuito é contribuir para a tomada de decisão dos gestores, antecipando tendências e aprimorando a estratégia.

“O sistema Cohros é uma ferramenta na qual as lideranças registram os desempenhos da equipe. Ele processa as informações registradas e transforma em base de analytics. Assim, o sistema mostra cenários que evidenciam o que deve ser trabalhado para melhorar a performance dos colaboradores”, explica Denise.

A partir dessa análise, ao melhorar o desempenho das equipes, a startup também potencializa o alcance de resultados e metas das empresas. Para isso, o sistema Cohros oferece soluções para a Gestão de Desempenhos e Competências, Feedback Contínuo, Gestão de PDIs, Cargos e Salários e Pesquisa de Clima Organizacional eoutras pesquisas. A HRTech ainda oferece serviços de gestão estratégica de pessoas.

Hoje, a Cohros já está presente em nove estados brasileiros e passa pela aceleração do Sevna Startups: “Nosso plano para o futuro é conquistar o mercado nacional, expandir para América Latina e, daí, para o mundo. O apoio do Sevna é fundamental, tem sido uma grande experiência”, comenta a CEO, Denise Lustri.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta