Durante o fórum industrial e de engenharia de Perm, foi assinado um acordo de colaboração entre o fabricante russo de robô de serviçoPromobote a empresa chinesa “FN Holdings”. O acordo descreve a colaboração entre as empresas para levar produtos aos mercados da China e da Rússia, sua localização qualitativa e o desenvolvimento conjunto de tecnologias em robótica de serviço. O documento é válido por dois anos após a data da assinatura.

Em seguida, as empresas planejam criar uma equipe de projeto que desenvolva uma base linguística em chinês e coordene o trabalho conjunto de pesquisa.

Alexey Yuzhakov, Presidente do Conselho de Administração da Promobot, disse: “Sempre olhamos o mercado asiático como um mercado de rápido e substancial crescimento – e sempre entendemos que precisamos estar prontos para isso. Agora, “levantamos” uma nova rodada de investimentos, crescemos significativamente como equipe e agora sabemos que podemos crescer na velocidade necessária.

Agora, estamos coletando informações exclusivas sobre a interação de pessoas e robôs na China, com todos os seus recursos mentais, linguísticos e outros. Com a ajuda de nossos colegas da FN Holdings, poderemos adaptar nossos produtos ao mercado chinês, incluindo nossa base linguística. ”

A “FN Holdings” também se tornará distribuidora de robôs russos Promobot em todo o território da RPC (República Popular da China). De acordo com o contrato, robôs administradores para clínicas chinesas, robôs de diagnóstico capazes de medir indicadores de saúde e também robôs-companheiros completamente antropomórficos, Robo-C, capazes de copiar a aparência de qualquer pessoa, irão para a China.

A Promobot estima que o mercado chinês de robô de serviço médico trará à empresa cerca de US $ 2 milhões em 2019 e 2020.

No início daquele dia, a Promobot também assinou um acordo com a Associação de Intercâmbio Cultural e Empresarial do Japão na exposição internacional CEATEC em Chiba, Japão. A empresa planeja fornecer robôs para o Japão por mais de US $ 200 mil.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta