A rede de estacionamentos Safe Park passará a ter pontos de recarga para veículos elétricos e primeira cidade a receber os postos para recarga será Florianópolis. Nos primeiros seis meses, o pagamento das tarifas do estacionamento dá direito ao abastecimento gratuito.

Em Florianópolis, pode ser feita nos estacionamentos do Multi Open Shopping (Rio Tavares) e Hospital de Olhos (Centro) e ainda este mês, também estará no Max & Flora (Trindade). Em Santa Catarina, as próximas cidades a receber o serviço são Joinville (Hospital da Unimed) e Criciúma (Hospital São José).

A inovação é resultado de uma parceria com a startup ZLetric, de Porto Alegre, que trabalha com o conceito inédito de redes de carregamento. O Safe Park oferece a recarga também no Rio Grande do Sul.

Atualmente, as cerca de 400 estações de recarga espalhadas pelo país, segundo o Plugshare, estão localizadas em grandes cidades e não conseguem dar autonomia para a frota de aproximadamente 3 mil veículos elétricos e híbridos emplacados. Pelas projeções, estima-se que o Brasil necessitará 400 mil estações de recarga para atender uma frota de 2 milhões de veículos em 2030.

Mais da metade da poluição do ar das grandes cidades é gerada pelos veículos que utilizam combustíveis fósseis. Além de não poluir o meio ambiente, os veículos elétricos ainda proporcionam grande economia. Hoje um carro de categoria média gasta R$ 0,40 para cada Km rodado a gasolina. Este custo cai para cerca de R$ 0,10 nos elétricos.

“Com esta parceria, saímos na frente em um projeto que fortalece uma visão moderna de mobilidade e sustentabilidade”, explica André Osterman, diretor da Safe Park em Santa Catarina. A ideia é avançar para que o estacionamento seja um local onde o cliente, além de deixar seu veículo com segurança e recarregar seu carro, se for elétrico, possa também ter acesso a bicicletas e patinetes elétricos para deslocamentos nas áreas urbanas. “Esta tendência de integração de várias modalidades de transporte é mundial e estamos nos preparando para contribuir com cidades que ofereçam mais qualidade de vida para seus moradores”, completou.

De acordo com Osterman, a recarga de veículos elétricos nos estacionamentos será ampliada em 2020.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta