A AlphaCredit, fintech especializada em empréstimos ao consumidor e soluções financeiras para PMEs na América Latina, assinou uma rodada de investimentos liderada pelo fundo latino-americano do SoftBank para captação de US$ 125 milhões.

Segundo a startup, o acordo permitirá à AlphaCredit consolidar seu lugar como uma das principais plataformas de tecnologia financeira da América Latina, continuar sua expansão e alavancar as vantagens competitivas de seu modelo de negócios.

“Queremos agradecer ao fundo latino-americano do SoftBank e aos outros investidores participantes desta rodada por confiarem em nós e em nosso inovador modelo de negócios. A tecnologia de ponta e o forte apoio financeiro nos permitirão crescer exponencialmente, promovendo o desenvolvimento econômico de um número maior de pessoas com acesso limitado ao crédito”, afirmou Augusto Álvarez, cofundador e co-CEO da AlphaCredit.

“A AlphaCredit© fornece linhas de crédito rápidas e baratas para indivíduos e pequenas empresas por meio de um sistema de dedução programado, que possui baixas taxas de inadimplência, permitindo baixas taxas de juros. Sua abordagem é superior a todos os que pertencem ao seu ecossistema e é por isso que estamos tão empolgados em apoiar esses empreendedores que estão mudando o cenário no México e na Colômbia”, comentou Paulo Passoni, managing partner de investimentos do SoftBank Group International.

Outros fundos internacionais de capital de risco, juntamente com um grupo de investidores existentes, estão se juntando ao SoftBank nesta rodada da Série B, contribuindo com sua experiência para o desenvolvimento do setor fintech na América Latina.

José Luis Orozco, cofundador da AlphaCredit, mencionou: “Estamos comprometidos com a inclusão financeira por meio da inovação e do desenvolvimento tecnológico. Trazemos o melhor dos dois mundos para fornecer acesso eficiente a soluções financeiras e de crédito a setores não atendidos pelos bancos tradicionais”.

A fintech tem mais de oito anos de experiência em empréstimos nos mercados mexicano e colombiano, com mais de US$ 1 bilhão em empréstimos concedidos a seus clientes.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta