A Mastercard tem disponibilizado ferramentas e recursos gratuitos para apoiar as PMEs da América Latina e Caribe (LAC) durante a pandemia. Dentre as soluções está a Plataforma de aceleração digital para pequenas empresas, fruto de uma coalizão com parceiros locais para ajudar PMEs na América Latina. A iniciativa tem como objetivo fornecer benefícios, recursos e serviços para empresas que são essenciais para a economia local.

Segundo a Alampyme, 4,5 milhões de PMEs na América Latina e no Caribe sofrerão uma perda estimada em US$ 13 bilhões nos fechamentos do pós-coronavírus. Esse fato afeta não apenas os pequenos empresários, mas também as economias e comunidades da região. Somente na América Latina e no Caribe, as PMEs compõem 99% das empresas, contribuem com 30% do Produto Interno Bruto e empregam 70% da população.

“As pequenas empresas estão entre as mais afetadas pela pandemia da covid-19 e é vital que elas sejam protegidas”, diz Ana Paula Lapa, vice-presidente de Produtos da Mastercard Brasil e Cone Sul. “Na Mastercard, temos o compromisso de ajudá-los a se sustentar durante essa crise global, fornecendo acesso aos recursos necessários para proteger seus sistemas agora e no futuro”, finaliza.

A iniciativa da Mastercard, lançada na América Latina abrange aspectos como logística, gerenciamento remoto de funcionários, proteção contra ataques cibernéticos, administração específica de um negócio digital e marketing digital.

Para lançá-lo, foi criado um site, no qual as pequenas empresas podem se conectar com os parceiros locais da coalizão e tirar proveito de todos os recursos, ferramentas e oportunidades de treinamento disponíveis.

A Mastercard também trabalhará com associações empresariais de cada país para garantir que essa iniciativa possa alcançar o maior número possível de pequenas empresas na América Latina e Caribe.

No Brasil, uma das parceiras da coalizão é a Aliança Empreendedora que, em conjunto com a plataforma de cursos online Tamo Junto, oferece cursos gratuitos sobre empreendedorismo e gestão para que microempreendedores possam se desenvolver e gerar mais renda. Com o apoio da Mastercard, a organização oferecerá conteúdos focados em três pilares: empreendedorismo e educação financeira; inclusão financeira e tecnológica; e Tecendo Sonhos (projeto em apoio a imigrantes na área da costura). Os cursos estão disponíveis no link.

Alguns dos principais benefícios e parceiros incluem:

Capacitação para comércio eletrônico: agora, as pequenas empresas buscam vender seus produtos online e buscam tecnologia e ferramentas que possam ajudá-las nessa transição. Os parceiros que oferecem benefícios nesse espaço incluem Mercado Livre, Stripe (México e Brasil), e Nuvemshop.

Ferramentas de negócios: as pequenas empresas precisam de ferramentas adequadas para continuar operando seus negócios remotamente, pois vários mercados permanecem bloqueados. Por esse motivo, a Mastercard fez uma parceria com a Cisco para oferecer soluções como Webex, que ajudará pequenas empresas a se conectarem remotamente com sua equipe e clientes.

Consultoria em comércio exterior: as empresas que pretendem aumentar sua receita por meio da exportação poderão tirar proveito da consultoria gratuita em comércio exterior realizada pelos especialistas em comércio internacional RGX.

Marketing digital: para pequenas empresas, estabelecer uma presença online nunca foi tão importante. Por isso, a Mastercard fez uma parceria com o Leafgrow para ajudar pequenas empresas a desenvolver, gerenciar e acompanhar campanhas de marketing por meio das mídias sociais.

Educação: para ajudar esses empreendedores que precisam de informações e dados para adaptar suas operações e navegar no novo ambiente, a Mastercard está fazendo parceria com várias organizações da região para fornecer treinamento e tutoria online gratuitos. Exemplos incluem acesso gratuito aos recursos educacionais do INCAE e ao programa Virtual Accelerator, SheWorks e Aliança Empreendedora.

Avaliações gratuitas de vulnerabilidade cibernética & proteção contra roubo de identidade: para apoiar as pequenas empresas a proteger suas operações, a RiskRecon, uma empresa Mastercard, está fornecendo avaliações gratuitas da saúde cibernética das empresas de pequeno porte na América Latina e Caribe para ajudá-las a identificar e solucionar possíveis vulnerabilidades em seus sistemas.

O monitoramento e a detecção precoce de vulnerabilidades permitem que estas empresas fiquem à frente dos cibercriminosos, para que possam se concentrar no crescimento de seus negócios, em vez de combater custosos ciberataques. Com acesso gratuito ao serviço e ao portal ‘My Cyber Risk’, da RiskRecon, as pequenas empresas receberão avaliações contínuas de saúde cibernética, além de recomendações sobre como fortalecer sua postura de segurança cibernética. Empresas com até 200 funcionários podem se registrar para esta oferta gratuita no site. Este programa será oferecido gratuitamente até 31 de dezembro de 2020.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta