Nos últimos meses, criou-se o costume de happy hours, shows e reuniões (profissionais ou não) virtuais. Levando em conta esse cenário e pensando em como ajudar seus membros, o Tinder lançou o Videochat que permitirá encontros online entre os matches. Ainda em testes, o recurso está disponível para alguns usuários de 12 países incluindo Brasil, Estados Unidos, França e Chile.

Desenvolvido pelo time de segurança do Tinder, a nova função foi criada para proporcionar controle e conforto para quem optar pelo vídeo. Portanto, assim como as conversas que só se iniciam após interesse mútuo, o Videochat só funciona quando as duas partes concordam.

Para ativar a função, após o match, é só tocar no ícone do vídeo (que só será ativado se o usuário topar participar). O membro pode também desabilitar a videochamada a qualquer momento. Para início, ambos devem concordar com as regras estabelecidas pelo app.

Após encerrar a chamada, o Tinder perguntará sobre a experiência. Além disso, a rede social também permite que a pessoa envie um relatório para a equipe de suporte a qualquer momento após o término da ligação.

“Conectar face a face é mais importante do que nunca, e nossa nova feature representa uma nova forma para pessoas se conhecerem por meio do app, independente de distanciamento físico”, afirma Rory Kozoll, head de Segurança de produto no Tinder. “Videochat prioriza controle para que nossa comunidade se sinta mais confortável para dar mais um passo e levar suas conversas para essa nova etapa quando cada um sentir que é o momento. Construímos uma fundação sólida e temos certeza que aprenderemos muito com o teste ao longo das próximas semanas”.

Recentemente, o Tinder realizou pesquisa com membros dos EUA e metade deles teve encontros por vídeo com um match do Tinder no último mês. Além disso, mais de 40% dos membros da Geração Z querem continuar usando o vídeo como uma forma de decidir se conhecerão um match na vida real no futuro – ou seja, os jovens de 18 a 25 anos têm interesse em usar videochamadas como uma “triagem” mesmo depois que seu lugar preferido para primeiros encontros já estiver reaberto.

A rede social ainda afirma que à medida que os testes evoluírem, a funcionalidade será levada para mais membros do Tinder em todo o mundo.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta