De perfil tradicional nos investimentos, a família Nishimura levou para a mesa dos acionistas do Grupo Jacto, a decisão de investir em inovação. A Tridon Participações, braço de venture capital da companhia, um dos principais do agronegócio brasileiro, está ampliando seus investimentos em startups do setor. O family office é o mais novo investidor no Fundo de Agro da KPTL, uma das gestoras com o mais extenso portfólio de Agtechs do País, com 8 investidas atualmente. O valor da transação não foi revelado.

Ainda em fase de captação, o fundo pretende captar nos próximos 24 meses R$ 300 milhões destinados a até 16 empresas. Entre as companhias que potencialmente podem entrar no fundo estão a Agrotools e outras já no portfólio da KPTL.

O investimento na Agrotools foi anunciado em abril e o recurso está sendo destinado para expansão no setor. Hoje, a startup atua em mais de 12 verticais do agro e cerca de 35% das receitas da Agrotools são oriundas da exportação de tecnologia para outros países como Paraguai, Austrália e Argentina, contando com contratos recorrentes e de longo prazo, portanto com diversificação, segurança e escalabilidade.

De acordo com Márcio Santos, diretor executivo da Tridon, é um momento singular. “Investir em um fundo como este da KPTL é para nós uma oportunidade de uma reflexão a partir de um novo ponto de vista. A junção de dois mundos abre muitas possibilidades, a convivência com uma equipe experiente como a da gestora enriquece o processo, afinal, ninguém cresce sozinho”, acredita Santos.

Renato Ramalho, da KTPL. Foto: Paulo Barbagli

Para Renato Ramalho, CEO da KPTL, a operação é um sinal de grande confiança. “Quando uma companhia do porte da Jacto acredita num trabalho sério em empresas de inovação isso puxa a tecnologia no Agro para um outro patamar. Ter uma das principais companhias do agronegócio brasileiro junto conosco e confiando no nosso trabalho é motivo de orgulho para nós. E também a certeza de que o mercado está cada vez mais exigente em busca de novas opções de investimento”, conclui.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta