A Aarin, o primeiro Hub Techfin especializado em Pix e open banking, recebeu um aporte de R$ 2 milhões. Entre os investidores estão RB3 Participações, Cubos Venture Studio, e alguns executivos do Brasil, Estados Unidos, Espanha, dentre outros.

O negócio, que nasceu em Salvador, começou a operar em janeiro deste ano e já transacionou cerca de R$ 5 milhões de pagamentos. A estimativa é faturar, até o final do ano, cerca de R$ 750 mil. A empresa é  cofundada por Ticiana Amorim, CEO da Aarin, Lucio Cordeiro e Victor Tavares. O investimento será empregado em tecnologia, produto, growth e em pessoas.

A tecnologia desenvolvida possibilita um ERP (sistema de gestão integrado) para que estabelecimentos comerciais possam prestar serviços financeiros para a sua base de clientes, utilizando a infraestrutura tecnológica criada pela techfin. Com as soluções da fintech no varejo, é possível realizar vendas e ter a confirmação, em tempo real, de quando o dinheiro cai na conta por múltiplas caixas, garçons, vendedores etc, sem a necessidade do acesso à conta bancária.

“Não só solucionamos processos burocráticos de recebimento, como ajudamos as empresas no controle e repasse, conciliação bancária, estorno, mas, principalmente possibilitando uma nova linha de receita para as empresas”, explica Ticiana.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta