* Por Brunno Santos

As empresas já sabem que precisam atrair variados perfis de pessoas para dentro da organização, para ter diversidade de vivências pessoais e profissionais que permitam enxergar problemas sob múltiplas perspectivas. Assim, as soluções inovadoras têm mais espaço para se desenvolverem. Soluções essas que se mostram ainda mais necessárias em tempos de pandemia, em que nada que era certo está garantido e planos precisam ser revistos para uma realidade nunca antes vivida pelas atuais gerações. Ser conservador é que acaba sendo um risco em momentos tão incertos.

Mas o esforço em investir em talentos e perspectivas diversas pode vir por água abaixo se não existir um trabalho colaborativo. E este é um desafio crescente quando da noite para o dia o trabalho ficou remoto e equipes se pulverizaram. É preciso evitar silos organizacionais, que acontece quando departamentos perdem gradativamente a visão holística dos negócios da empresa e começam a desenvolver suas atividades de maneira apartada. A falta de comunicação, organização e transparência, potencializa a ineficiência, a baixa produtividade, gera resultados decepcionantes e talentos desmotivados.

Como então uma empresa pode empoderar suas equipes e garantir que o trabalho seja colaborativo?

1) Alinhe a estratégia geral da empresa e as metas das equipes

Criar um alinhamento é essencial para estabelecer uma estrutura que permita a colaboração entre equipes. Para conseguir isso, os líderes devem compartilhar metas, estratégias e KPIs. Para chegar a eles, é possível usar estas perguntas como guia:

  • Qual é o papel de cada equipe no cumprimento da estratégia geral da empresa?
  • Quais são as principais metas e KPIs de cada equipe?
  • Existe a oportunidade de trabalho conjunto em metas específicas?
  • Como nossas equipes podem apoiar melhor umas às outras?
  • Onde recursos podem ser compartilhados?
  • Alguma equipe possui dados que podem beneficiar as demais?
  • Alguma equipe possui gargalos – e alguma outra equipe pode ajudar?
  • Algum líder de equipe obteve sucesso com alguma técnica de gerenciamento que outros gerentes podem testar?

Assim que os líderes de equipes tornam suas metas e necessidades transparentes, fica muito mais fácil identificar oportunidades de colaboração.

2) Use o Work OS adequado à colaboração entre equipes

Quando todos estão trabalhando remotamente, a colaboração entre equipes precisa mais ainda de uma solução digital robusta. Ao equipar todos os times da organização com uma plataforma de trabalho em comum, a colaboração ocorre naturalmente, os obstáculos são removidos e o engajamento aumenta, assim como a velocidade.

Um exemplo disso é o Work OS, uma tecnologia projetada para empoderar os usuários com acesso em tempo real a informações. Como ela se integra a todo o ecossistema digital da organização, é fácil compartilhar dados de ferramentas às quais alguns não possuem acesso. O processo para criar projetos conjuntos e compartilhar atualizações de status é claro e intuitivo para que todos os membros das equipes relevantes tenham clareza em relação às metas, estratégias e progresso. Ela também permite que a organização conte com um método para manter a comunicação centralizada em uma plataforma – um componente essencial da colaboração entre equipes.

Com uma solução que serve como uma única “fonte da verdade”, os funcionários em trabalho remoto estarão equipados para colaborar de maneira mais eficaz e rápida do que nunca.

3) Enfatize a responsabilidade e a propriedade

Funcionários que sentem um forte senso de responsabilidade sobre seus trabalhos serão mais proativos e engajados em projetos colaborativos.

Há muitas formas de ajudar a reforçar a responsabilidade nas equipes, como definir expectativas claras, criar KPIs mensuráveis e fornecer atualizações contínuas sobre o progresso. Para incentivar uma equipe a adotar essa mentalidade, há algumas estratégias. São elas:

Melhorar a transparência sobre deveres individuais: Todos fazemos um trabalho melhor quando sabemos que os outros podem vê-lo. Com ferramentas de colaboração remota entre equipes, por exemplo, as tarefas e status de cada pessoa permanecem visíveis a todos os demais participantes. Isso não apenas melhora a clareza e a eficácia da comunicação, como também estimula a responsabilidade;

Monitore KPIs frequentemente: Quando cada membro da equipe é responsável por reportar seus KPIs periodicamente, todos obterão os insights necessários para melhorar seu desempenho e se tornar mais motivados a elevar o nível;

Mantenha conversas contínuas: A comunicação regular entre todos os envolvidos em uma iniciativa entre equipes ajuda cada indivíduo a assumir a responsabilidade por sua parte e gerar interesse nos outros. Ela também é essencial para manter a padronização, a resolução rápida de problemas e a otimização de processos.

Trabalhar remotamente envolve muitos desafios, mas a colaboração não precisa ser um deles. Ao criar a estrutura certa e escolher o Work OS adequado, é possível capacitar as equipes a trabalhar juntas de forma mais inteligente e ágil. Dessa forma, quando a pressão para alterar estratégias e executá-las com rapidez for alta, os colaboradores que promovem a responsabilidade, sinergia e engajamento terão resiliência para mitigar obstáculos e se manter focados rumo às metas estabelecidas por seus líderes.


* Brunno Santos é diretor de canais da Monday.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta