O ministro Onyx Lorenzoni destacou a importância do Sebrae e da micro e pequena empresa para a geração de emprego e renda na economia brasileira

Recém-empossado no Ministério do Trabalho e da Previdência, o ministro Onix Lorenzoni afirmou, durante visita ao Sebrae, nesta quinta-feira (5), que vai trabalhar pela ampliação da formalização do Microempreendedor Individual. “A meta é chegar a 15 milhões de MEI”. Dados do último Caged mostram que 70% dos empregos no Brasil são gerados por micro ou pequenas empresas. Nesse sentido, o ministro anunciou o propósito de trabalhar lado a lado com o Sebrae para potencializar ainda mais esses resultados. 

“A atuação de vocês está além da geração de renda. Ela passa pela qualificação, capacitação, na montagem de um plano de negócios, gestão de empresas e a manutenção de uma atitude empreendedora diante da vida”, comentou Onyx. “A partir de agora, nosso grande desafio será gerar emprego, renda e oportunidades para milhões de brasileiros”, ressaltou. “Juntos, vamos levar tecnologia, metodologia e capacidade técnica para as pessoas e contamos com o Sebrae”, complementou o ministro.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, reforçou a disposição da instituição em contribuir para a recuperação da economia e no combate ao desemprego. “Nosso esforço é para sermos o Sebrae que o Brasil precisa, nesse momento tão delicado. Nesse sentido, nosso trabalho está em sintonia com as metas do Ministério, pela formalização e geração de empregos”, destacou Melles.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta