esg scale-ups esg scale-ups

Publicado em: 11 de agosto, 2021
Renato Santos

Em inglês, ESG significa Environmental, Social and Corporate Governance, e em uma tradução livre destaca os pilares do capitalismo consciente: melhores práticas ambientais, sociais e de governança.

Mas, como os princípios de ESG podem ser aplicados por scale-ups? 

Existem algumas medidas que as scale-ups devem adotar para coibir “atos lesivos”, seja entre o negócio, o setor público – nacional ou estrangeiro – e sócio-ambiental. Podem ser:

E – praticando ações de preservação do planeta, protegendo recursos naturais; 

S – garantindo um ambiente de trabalho não tóxico e se engajando em ações para redução da desigualdade social, como por exemplo, políticas de diversidade; 

G – garantindo a segurança das informações e das transações, educando os colaboradores e monitorando os processos para garantir o compliance da empresa.

Por que é bom ter compromissos com ESG?

Hoje, qualquer scale-up que pretende buscar investimento precisa demonstrar que assumiu o compromisso com as boas práticas de ESG. O que antes era um diferencial no mercado, hoje é um pré-requisito como um selo que atesta a responsabilidade da scale-up com o mercado, consumidoras, consumidores, investidoras e investidores.

Hoje, as lideranças precisam se atentar que adotar práticas de ESG não é só uma questão de imagem, mas de retornos financeiros também. Segundo a ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), em 2020 havia cerca de R$700 milhões em fundos ESG, quase três vezes mais do que no ano anterior.

Isso faz com que as organizações olhem com mais atenção as boas práticas de ESG do negócio: não é tudo a qualquer custo. 

Como adotar práticas de ESG?

Para minimizar possíveis más condutas de colaboradores e representantes, as scale-ups devem implementar ações estratégicas de ESG. Para isso, é preciso criar dispositivos para fazer o monitoramento, além de treinar o seu time e contar com o comprometimento da alta gestão. 

Desenvolver uma mentalidade ESG exige ações além dos discursos: 

Na área Ambiental (E):

Fazer uso racional dos recursos naturais

Preservar a biodiversidade

Reduzir a emissão de gases de efeito estufa

Zerar desperdícios

Buscar a plena eficiência energética

Tratar os resíduos sólidos

Na área social (S):

Melhorar as condições e as relações de trabalho

Estimular políticas de inclusão e diversidade dentro e fora da empresa

Proporcionar treinamento adequado para os funcionários

Respeitar os direitos humanos

Garantir a privacidade e segurança de dados de funcionários e clientes

Promover impacto positivo na comunidade onde atua

Em Governança Corporativa (G):

Preservar a independência do conselho de Administração

Adotar critérios de diversidade na escolha dos membros do conselho

Garantir remuneração justa e racional

Seguir condutas éticas e anticorrupção nos negócios

Praticar transparência fiscal

Prevenir casos de assédio, discriminação e preconceito

Fonte: ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) e Rede Brasil do Pacto Global

Como empreendedoras e empreendedores desenvolvem práticas de ESG no negócio?

Para desenvolver uma mentalidade ESG na sua scale-up e colocá-la em prática, é fundamental seguir os cinco passos abaixo: 

1. Comprometimento e apoio da alta direção

A cultura de uma scale-up é o resultado da soma do que ela acredita e do que colaboradores praticam no dia a dia. As condutas de colaboradores costumam ser o reflexo do que os líderes fazem na rotina. Afinal, tendem a atuar conforme o seu direcionamento, seja ele explícito ou seguindo o exemplo das condutas.

Assim, o comprometimento de alta direção do negócio é imprescindível para que o código de ética e conduta da empresa se torne uma prática cultural do negócio. Quando formadores de opinião da organização se posicionam e praticam o que está nas suas políticas, as suas ações serão refletidas para todo o quadro de pessoal.

2. Instância responsável por garantir as práticas de ESG

Após o estabelecimento dos princípios ESG, as empresas passaram a consolidar áreas destinadas ao compliance e governança corporativa. São essas as responsáveis por fazer a gestão do ESG. 

3. Análise de perfil e riscos

Essa análise é feita para conhecer mais a empresa, qual o seu porte, o mercado em que atua nacionalmente e internacionalmente, frequência e nível de interações com o setor público, informações sobre a quantidade de pessoas no headcount, estrutura organizacional, etc. A análise de risco avalia as características do mercado em que ela atua, validando as probabilidades de atos lesivos ocorrerem.

4. Estruturação das regras e instrumentos

Quando a análise de perfil e riscos estiver pronta, é hora de estruturar as regras e os dispositivos que serão usados para coibir as ações. Eles serão desenvolvidos de acordo com o perfil de risco do seu negócio. Para tanto, você deve contemplar:

padrões de ética e de conduta;

regras, políticas e procedimentos para mitigar riscos;

comunicação e treinamentos;

canais de relatos e denúncias;

medidas disciplinares;

ações de remediação.

5. Estratégias de monitoramento contínuo

Para que o ESG seja confiável e efetivo é obrigatório o seu monitoramento. 

Por isso, deve-se consolidar boas práticas para garantir que ele seja eficaz, inclusive, aprimorado ao longo do tempo. Os princípios ESG devem atuar de forma integrada com os processos da scale-up.

Como garantir a aplicação das boas práticas de ESG na sua scale-up?

Para garantir que o seu negócio siga os princípios de ESG é preciso também adotar outras ações, tais como:

treinamentos;

preparo de lideranças, alinhando sempre os processos;

fortalecimento da cultura ao colocar o código de ética no quadro de valores;

uso da tecnologia para coibir fraudes, assédios e atos discriminatórios;

apoio de uma parceira e parceiro especializado.

Realizar iniciativas de ESG na sua scale-up é uma questão de perenidade, em um mercado cada vez mais exigente e atento ao que acontece no mundo. 

E por ser um processo e não uma ação isolada, é necessário começar imediatamente.

Veja mais bons exemplos da nossa rede

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta