A startup Immunize System, que oferece uma plataforma SaaS (software as a service) para implementar de forma automatizada o processo de conformidade com as exigências da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), acaba de anunciar a captação de R$ 2 milhões em uma rodada de investimentos pré-seed coordenada pela aceleradora de startups Leavening.

Fundada em 2020, a Immunize já ajudou mais de 300 empresas a alcançarem os padrões de controle de dados pessoais exigidos pela lei através da sua plataforma. “Em pouco mais de um ano de operação, nós tivemos a oportunidade de validar o nosso produto nos mais diversos segmentos, chegando até aqui de forma orgânica, pois naturalmente, a cada implementação, uma nova empresa nos procurava por indicação. Nosso Product Market Fit tem sido recebido de uma maneira absolutamente positiva e isso nos deixa muito confiantes para dar o próximo passo, escalando a nossa plataforma para todo o país”, afirma Marcelo Martins, VP Sales da startup.

A carteira da Immunize possui clientes em cinco Estados e abrange organizações de 40 setores econômicos diferentes. Com o propósito de democratizar a conformidade com a nova legislação, a meta da companhia é atingir 50 mil clientes nos próximos cinco anos. Para isso, ela já havia firmado parcerias com importantes players do cenário nacional, como a Fenacon, que possui 40 mil contadores em sua base, que poderão também distribuir a solução para os seus clientes.

“Com base em um software próprio chamado DPOnet que é focado na automatização de processos, a estratégia da Immunize é ser uma plataforma 100% SaaS. A solução opera num formato que utiliza recorrência e treinamento EAD, com possibilidade de consultoria presencial através de parceiros. Com isso, ela consegue reduzir em 90% o investimento necessário para a obtenção do nível de conformidade exigido pela lei. O aporte consolida o projeto e nos coloca no próximo nível do planejamento estratégico”, diz o CEO da Immunize, Ricardo Maravalhas.

De acordo com o executivo, o investimento também proporcionará a ampliação das automações para etapas como o relatório de impacto, a gestão de incidentes, e os atendimentos tanto à Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) quanto aos titulares de dados. Além disso, os novos recursos serão utilizados para impulsionar o crescimento da companhia, principalmente por meio de investimento em marketing digital e aumento da equipe comercial.

“O modelo de negócios da Immunize reúne todas as condições para um crescimento exponencial num curto espaço de tempo. Não se trata apenas de um investimento comercial, mas também da possibilidade de se engajar nos esforços pela construção de uma relação muito mais saudável entre empresas e consumidores no Brasil através da aplicação de regras mais claras no uso de dados. Estamos muito felizes em ter organizado essa captação pré-seed, estando ao lado da Immunize e de toda a sua equipe neste grande e importante desafio”, afirma Rafael Lima, Head da aceleradora Leavening.

Foto de destaque: Ricardo Maravalhas, CEO da Immunize System. (Crédito: Divulgação).


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta