Amachains, através do seu ecossistema, une os elos da cadeia produtiva via marketplace e com o seu protocolo de compliance garante conformidade e auditabilidade, recebeu um aporte de R$ 400 mil. A startup atraiu a atenção de investidores-anjo da Anjos do Brasil, organização sem fins lucrativos, criada para fomentar o investimento- anjo e apoiar o empreendedorismo de inovação no País, que aportaram mais de 90% do valor da captação no negócio. O restante foi efetivado por investidores independentes.

Localizada em Belém/PA, a startup de tecnologia da informação teve seu time atual formado em 2019, ano em que a empresa teve a empresa constituída iniciando a sua jornada para cumprir seu propósito de construir um mundo mais justo e sustentável para todos os atores das cadeias produtivas, em especial aos produtores da agricultura familiar, e sustentável para as atuais e futuras gerações.

“Um dos aplicativos que fazem parte da plataforma é um caderno de campo (Instrumento de Gestão utilizado por produtores para trazer transparência aos seus processos produtivos, nele são inseridas todas as informações necessárias para uma boa análise da produção permitindo que o produtor controle o lucro ou prejuízo em uma determinada safra, por exemplo), utilizado para coletar e integrar as informações da produção, entregando gestão da produção (identificando boas práticas, por exemplo), gestão financeira (Identificando os resultados no ano safra) e gestão comercial (compartilhando informações e gerando negócios com os compradores) para que o produtor possa ter tudo o que precisa de mais importante em um só aplicativo. Dessa forma, possibilita que possamos rastrear os principais processos e apresentá-los aos demais elos da cadeia produtiva, especialmente aqueles que exportam os produtos rastreados, que necessitam de informações dos processos de produção, para garantir as autorizações de entrada dos produtos no mercado externo. Através do APP Amachains entregamos para o produtor valor agregado em seus produtos o que possibilita que eles possam vender mais e a melhores preços, pois o sistema garante e entrega para o comprador rastreabilidade, conformidade e auditabilidade nos processos”, explica Alexandre Bezerra, fundador e CEO da Amachains.

Ainda de acordo com o executivo, é importante salientar que a Amachains não é uma certificadora, nem gera qualquer tipo de selo ou atestado, o sistema utiliza o princípio das redes de negócios (Business Network – BN) que por definição significa que todos os elos da cadeia produtiva se unem em um objetivo comum e para que esse objetivo seja cumprido eles compartilham as informações e se auto regulam. Através do protocolo de compliance da plataforma desenvolvido pela Amachains é possível que eles possam realizar a auditoria necessária para melhorar a conformidade e confiança entre todos.

Dessa forma, todas as certificadoras e selos que fazem parte de uma cadeia produtiva ou rede de negócio, podem e devem fazer parte da plataforma da Amachains.

Para Maria Rita Spina Bueno, diretora-executiva da Anjos do Brasil, o investimento representa um grande passo na consolidação da Anjos enquanto uma rede nacional, já que se trata do primeiro investimento da rede em uma startup do Pará: “Além dessa consolidação do ecossistema em caráter nacional, o investimento na Amachains também chama a atenção por a empresa agregar inovação e impacto, algo que será cada vez mais valorizado no mundo atual – vide o ESG.”

Com relação ao investimento, o primeiro captado pela Amachains, Alexandre afirma que “pretende utilizar os recursos para aprimorar sua infraestrutura e seu time, com especial atenção para contratações no comercial (vendas), marketing e TI”. Ele também ressalta o smart Money que esse investimento anjo representa e tem certeza que, “pela qualidade dos investidores anjos que fazem parte da captação, a startup vai acelerar o roadmap do produto e melhorar a máquina de vendas para trazer ainda mais resultados positivos.”

Foto de destaque: Alexandre Bezerra, fundador e CEO da Amachains. (Crédito/Divulgação)


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta