A Anjos do Brasil faz 10 anos, veja a carta do nosso presidente   Cassio  Spina:
 
ANJOS DO BRASIL – NOSSOS PRÓXIMOS 10 ANOS Quando fundei a Anjos do Brasil em julho de 2011, tinha um propósito bem claro: fomentar o investimento anjo para apoiar o empreendedorismo brasileiro, pois tenho a convicção que o empreendedorismo é uma das forças mais importantes para o desenvolvimento econômico e social do país. Naquela época, o termo investidor anjo era praticamente desconhecido e os poucos grupos existentes eram pouco ativos, sendo que muitos desapareceram em curto espaço de tempo. Havia uma grande dificuldade de mantê-los ativos por falta de massa crítica que viabilizasse os investimentos e/ou de engajamento dos investidores.

Lembro que em 2009, quando quis começar a investir em startups, não encontrei nenhum grupo brasileiro na busca do Google, apesar de posteriormente descobrir que já existiam alguns, mas quase nenhum se mantinha ativo. O desafio era claro: criar uma rede que pudesse contribuir para formação e sustentação de grupos de investidores anjo em todo Brasil. Assim, fundei a Anjos do Brasil com foco em três pilares de atuação: conectar empreendedores aos investidores, disseminar conhecimento sobre investimento anjo e atuar para a criação de políticas públicas para estímulo ao investimento em startups, conforme exemplos internacionais e recomendação da OCDE. E tudo com uma firme crença: só conseguiríamos isto fazendo tudo de forma colaborativa, trabalhando em conjunto com todos os agentes do ecossistema.

Passados 10 anos, não preciso dizer quanto o investimento anjo cresceu bem como todo ecossistema de startups e, apesar de ainda estamos muito defasados com relação ao cenário internacional, me sinto realizado por termos contribuído com um pouco desta evolução. E mais importante: feito sempre de forma colaborativa com todos os agentes do ecossistema de inovação e empreendedorismo.

Não posso deixar de mencionar que a Anjos do Brasil só conseguiu atingir estes resultados pela dedicação e energia da minha querida irmã e parceira Maria Rita, que assumiu o desafio de fazer com que tudo isto se tornasse realidade. Sem ela e o time que formou certamente a Anjos do Brasil não teria conseguido atingir essas metas. Também não posso deixar de agradecer a todos que não caberiam aqui para serem citados individualmente: os membros do nosso Conselho Consultivo, incluindo todos desde a fundação, que contribuíram com sua visão e experiência para esta jornada, a todos Parceiros Mantenedores e Apoiadores que apoiam e participam de nossas iniciativas, aos Líderes voluntários dos nossos núcleos regionais, que contribuíram de forma essencial para a disseminação do investimento anjo pelo Brasil e as Redes Parceiras com quem trocamos experiências, atuamos colaborativamente pelo investimento anjo e efetuamos investimentos conjuntamente.

Mas esta carta tem como objetivo não simplesmente recapitular nossa jornada, mas compartilhar o que almejamos para os próximos 10 anos: continuar a impactar positivamente o Brasil e cada vez mais com foco em contribuir para resolvermos os grandes desafios que ainda flagelam nossa sociedade, como a questão da pobreza. Este é um problema que entendemos não ser mais aceitável persistir em pleno século XXI, em que atingimos níveis sem precedentes de riqueza global, com a evolução tecnológica proporcionando cada vez mais aumento de produtividade em todos os setores como a produção agrícola, na saúde, educação e moradia.

Acreditamos que o empreendedorismo de impacto é um instrumento de alto potencial para solução deste problema, uma vez que o trabalho e geração de renda são meios que possibilitam solucionar de forma sustentável e permanente. Precisamos tratar de forma urgente o desemprego e subemprego, criando oportunidades de trabalho, capacitando e desenvolvendo novas formas de geração de renda. É necessário dar condições e oportunidades para que todos tenham acesso a saúde, educação e moradia para que possam ser produtivos e tenham sua própria subsistência, não dependendo do auxílio de terceiros para sua sobrevivência.

Importante ficar claro que continuaremos a nossa missão de fomentar o investimento anjo para todos os setores, pois entendemos que ainda há muito a ser feito para que o investimento anjo atinja todo o seu potencial nas mais diversas regiões do Brasil, e a atuação da Anjos do Brasil em fomentar, capacitar e conectar empreendedores e investidores se manterá. Assim, adicionaremos um novo movimento para este desafio: o “Anjos pelo Combate à Pobreza”, com foco em criar novos modelos de “financiamento com inteligência” para negócios de impacto social com proposito de redução da pobreza, adequado às suas necessidades e especificidades, utilizando nossa experiência acumulada e aprendendo como podemos apoiá-los.

É uma nova jornada que se adiciona a nossa missão, ampliando nossos desafios e horizontes e esperamos realizar da mesma forma que acreditamos: colaborando com todos que tenham este propósito comum, por isto convido a todos que tenham atuação na meta da eliminação na pobreza a nos conectarmos para juntos buscarmos construir soluções.

São Paulo, Julho de 2021

Cassio Spina
Fundador/Presidente (Probono)
Anjos do Brasil

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta