O encontro teve como temas centrais investimentos no Pronampe, Fampe, programa Inova Amazônia e apoio ao turismo e inovação

O Sebrae reuniu-se, nesta quinta-feira (9), com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para debater uma série de iniciativas voltadas com o intuito de firmar parcerias que impactem positivamente os micro e pequeno negócios. Estiveram presentes o presidente do Sebrae, Carlos Melles, o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick e o representante do BID no Brasil, Morgan Doyle, além de representantes da equipe técnica das duas instituições.

O encontro teve como objetivo planejar e alinhar algumas estratégias para fomentar o acesso a crédito através do Pronampe e do Fampe, novos investimentos no programa Inova Amazônia, assim como as aplicações que serão feitas em mais de 41 destinos turísticos para auxiliar a recuperação econômica do país. “Nós queremos pavimentar com vocês o caminho para acessar os estados brasileiros, levando mais oportunidades de crédito e desenvolvimento, através da parceria entre Sebrae e BID”, disse Morgan Doyle, destacando o potencial de capilaridade do Sebrae.

De acordo com Carlos Melles, o Sebrae está totalmente à disposição para fechar parcerias que possam impulsionar o crescimento dos micro e pequenos negócios de forma sustentável. “Esse encontro é riquíssimo. Temos que encontrar os pontos de convergência para começarmos a fazer novas parcerias que serão muito frutíferas. O Brasil é uma verdadeira potência empreendedora quando tratamos de retomada econômica. É com a força dos pequenos negócios que iremos recuperar o país”, disse.

Melles reforçou que o Brasil possui o turismo e a inovação como grandes “ativos” para o desenvolvimento sustentável. “A Amazônia é uma região que pode contribuir com o mundo e não só com o Brasil, temos que investir nesse território, respeitando toda a sua biodiversidade”, completou.

Bruno Quick destacou que o todo o corpo técnico do Sebrae está à disposição do BID para tratar das pautas prioritárias aos empreendedores do país. “A questão do acesso a crédito, desenvolvimento sustentável, fomento ao turismo e a inovação são pontos cruciais da agenda estratégica do Sebrae. É com grande satisfação que conto com a força do BID para fecharmos as parcerias e desenvolvermos novos projetos. Contem com todos os colaboradores do Sebrae. Vamos unir forças”, declarou.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta