Melhorar a oferta de serviços para que os cerca de 120 mil passageiros que embarcam e desembarcam, diariamente, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, é um dos objetivos da GRU Airport, a administradora do maior complexo aeroportuário da América do Sul e o principal do Brasil.

Milhares de veículos de médio e pequeno porte circulam todos os dias pelos terminais do aeroporto. O volume do tráfego fica ainda maior se considerada a demanda dos mais de 40 mil colaboradores da própria GRU Airport e das empresas terceirizadas que vêm e vão por áreas públicas e restritas do complexo aeroportuário, 24 horas por dia – usuários de veículo próprio, trem, ônibus e até de bicicleta.

Considerando esse cenário, desde o início da concessão a companhia tem investido em meios de facilitação da mobilidade urbana. A novidade mais recente é a parceria firmada entre a GRU Airport e o app nacional Turbi, de locação de veículos. O serviço começou a operar no início de outubro. São 20 veículos disponibilizados em uma área exclusiva, do estacionamento Premium do desembarque do Terminal 2-Oeste.

Para contratar o aluguel da Turbi, os usuários precisam baixar o aplicativo e de qualquer local com acesso à internet efetuar o desbloqueio do veículo escolhido no estacionamento do GRU Airport. Mais informações e descrição de valores estão no site da startup.

“O serviço de aluguel de carro, via app, é mais uma comodidade que estamos implantando no aeroporto internacional. Esse serviço visa atender os passageiros que por exemplo, têm pouco tempo de estadia em São Paulo”, explica Mônica Lamas, diretora Comercial e de Cargas do GRU Airport. A gestora explica que a estratégia da concessionária não está centrada apenas no aumento da malha aérea. “Nos últimos anos, vemos que aeroporto deixou de ser o local apenas para embarque e desembarque e passou a ser um espaço de experiências. Por isto, ter uma gama de serviços agregados a um negócio que tem clientes de todas as partes do mundo é essencial”, pontua Mônica.

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta