Pela 1ª vez em 21 edições, três pequenas empresas do interior do estado, indicadas pelo Sebrae, receberam condecorações, antes dadas apenas para grandes corporações

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, foi homenageado nesta quinta-feira (24), com a medalha Presidente Tancredo de Almeida Neves, durante o XXI Prêmio Minas Gerais de Desenvolvimento Econômico, que tem como objetivo homenagear personalidades que tenham contribuído com o desenvolvimento do estado e do país. Além de 39 corporações e empreendedores de grande porte, foram contemplados com a premiação, três pequenas empresas do interior mineiro, que também se destacaram durante o ano passado. A indicação dos agraciados é feita por leitores da revista Mercado Comum e por integrantes da Associação dos Economistas de Minas Gerais, que também são responsáveis pela realização do evento.

“Tem algumas coisas que tocam muita a gente, e quero agradecer à Deus pela idade que tenho e estar neste ambiente aqui com velhos amigos, que fizeram parte da minha vida, e de Minas Gerais e do Brasil”, afirmou Melles após receber a comenda. Ele elogiou o organizador do evento, Carlos Alberto Teixeira de Oliveira, que edita a revista. “Já fui homenageado em outras ocasiões, em outras categorias, mas hoje recebo a medalha que tem como patrono Tancredo Neves, que me orgulho e me honra muito, além de ser uma grande responsabilidade, pois ele foi um dos maiores homens públicos do Brasil, mineiro de São João Del Rey, que fez muito pelo país”, ressaltou Melles. A cerimônia aconteceu na Associação Comercial e Empresarial de Minas (ACMinas), em Belo Horizonte.

Pela primeira vez em 21 anos, o Prêmio Minas Gerais de Desenvolvimento Econômico foi concedido para os pequenos negócios. “Decidimos inovar e criar uma nova categoria para premiar pequenas empresas do interior, que foram indicadas pelo Sebrae”, explicou Carlos Alberto de Oliveira. Enedino Alves dos Reis, dono da Casa de Carnes Ouro Branco; Cláudia Santana Lima, da Cerro D´Ouro Biojoias, e Maria José de Lima Freitas, da Mazé Doces Caseiros, receberam o troféu das mãos do presidente do Sebrae. “Parabenizo a nossa instituição aqui em Minas Gerais, na pessoa do nosso superintendente Afonso Rocha, por inserir os pequenos negócios no mundo das grandes corporações, que não existiriam se não fossem as MPE”, disse Carlos Melles.

Segundo Melles, o Sebrae está estudando uma parceria na área de inovação com o Instituto Hermes Pardini, um dos maiores laboratórios do país, sediado em Belo Horizonte. “Estamos conversando com o presidente do grupo, o médico Roberto Santoro, para fechar um acordo que envolve startups, e tenho certeza que colheremos bons frutos com a parceria”, afirmou Melles. Santoro foi agraciado com o título de personalidade do ano na premiação da quinta-feira. Além dele e do presidente do Sebrae, foram homenageados outros 10 empresários de Minas Gerais. “Muitas pessoas falam da economia e dos economistas, mas ela representa o caminho do desenvolvimento e do processo de transformação das pessoas”, disse o vice-governador do estado, Paulo Brant, ao encerrar o evento, quando ressaltou a importância da homenagem feitas às empresas, pois elas geram em torno de 3,6 milhões de empregos diretos. 

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta