A NotCo, startup de origem chilena que usa inteligência artificial para produzir alimentos saborosos e sustentáveis à base de plantas, lança neste mês, no mercado brasileiro, o Not IceCream, feito 100% de ingredientes vegetais e com a cremosidade dos sorvetes tradicionais. Já vendido no Chile, o Not IceCream agora pretende conquistar os brasileiros que amam sorvete.

O Not IceCream é feito sem leite e com proteína de ervilha. Não contém glúten, transgênico ou ovo. Além disso, todos os produtos da NotCo têm sua receita formulada por um algoritmo de inteligência artificial, criado pelos fundadores da companhia e apelidado de Giuseppe, que procura reproduzir a estrutura molecular dos alimentos de origem animal ao sugerir uma combinação plantas.

“O Not IceCream é um sorvete cremoso delicioso. Se ninguém disser que é feito a partir de ervilha e outros ingredientes vegetais, o consumidor não nota”, diz Luiz Augusto Silva, presidente da NotCo no Brasil. “A escolha dos ingredientes foi feita pelo Giuseppe, nosso algoritmo de inteligência artificial, e nos surpreendeu, porque ficou incrivelmente gostoso”.

Inicialmente, o Not IceCream estará disponível nas redes de supermercado de São Paulo no sabor chocolate. Em breve, a empresa lançará também outros sabores, como baunilha, cookies & cream e morango, e o sorvete chegará a outras capitais.

A missão da startup é revolucionar a indústria alimentícia com a sua proposta de “mudar sem mudar”. Com tecnologia, a startup altera os ingredientes e a maneira como os alimentos são produzidos, mas o consumidor final não percebe a diferença, porque sabor, textura e aroma são aqueles a que ele está acostumado e que lhe dão prazer.

Maionese sem ovos

O Not IceCream é o segundo produto da marca no Brasil. Ele se soma à Not Mayo, maionese sem ovos da marca lançada em maio no Brasil. Feita à base de grão de bico, a NotMayo não contém glúten, colesterol ou lactose. Ela é vendida nas versões Original, Garlic, Olive e Spicy em redes de supermercado e está presente em lanchonetes de São Paulo, como o Cabana Burger e a Lanchonete da Cidade.

No Chile, terceiro país de maior consumo per capta de maionese no mundo, a Not Mayo foi lançada em março de 2017 e se tornou a terceira marca de maionese mais vendida nas principais redes varejistas do país, movimentando o segmento. Desde então, a NotCo aumentou em três vezes sua produção.

A empresa também comercializa no Chile o Not Milk, versão de leite que também é feita à base de repolho e abacaxi disponível nos sabores tradicional e achocolatado. O Not Milk deve chegar ao Brasil ainda neste ano.

Revolução dos alimentos

A NotCo nasceu em 2015, no Chile, com a missão de revolucionar o modelo de produção da indústria alimentícia oferecendo produtos saborosos e sustentáveis exclusivamente à base de vegetais.

Entre os investidores da NotCo está o fundo Bezos Expeditions (de Jeff Bezos, fundador da Amazon). A companhia já levantou US$ 33 milhões em duas rodadas de investimento, em 2017 e 2019. Outros investidores são os fundos The Craftory (que investe em negócios de bens de consumo com causa), Kaszek Ventures (que investe em empresas de tecnologia de alto impacto), a aceleradora americana IndieBio (focada em biotecnologia), e o Maya Capital (liderado por Lara Lemann e Monica Saggioro).

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta