Essas empresas participam do projeto do Sebrae, desenvolvendo ações de consultorias e capacitação

Não se pode faltar o tradicional pão na casa dos alagoanos. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP), em dados reunidos no último levantamento em maio de 2017, Alagoas possui 1.960 panificadoras. Estima-se que o setor gere, em todo o país, 920 mil empregos diretos e 1,8 milhões de empregos indiretos.

O empresário Edvan dos Santos Almeida, proprietário da panificadora Mix Pão, iniciou sua vida profissional no mercado de panificação e confeitaria aos 15 anos, aprendeu as diversas áreas desse ofício. Edvan foi auxiliar, padeiro, confeiteiro e chegou à gerência de produção e assim despertou seu interesse em crescer nesse segmento.

“A partir das consultorias do Sebrae e cursos na área, percebi minha paixão e vi que eu tinha potencial de gerir meu próprio negócio”, afirma Edvan. A panificadora ampliou os serviços e trouxe um conceito diferente das outras da região, além do produto principal ela proporciona café regional, almoço e lanches.

A Mix Pão está localizada no bairro do Benedito Bentes I há 3 anos e, há 4 meses, o proprietário inaugurou a segunda unidade no bairro do Benedito Bentes II, bairros da capital alagoana, Maceió. “Estamos em uma região populosa onde existe uma carência de qualidade no serviço e atendimento muito grande. Empregamos 17 funcionários ao todo e prezamos pelo bom atendimento, devido a isso todos passaram por cursos e palestras para aprimoramento do serviço”, comenta o empresário.

O projeto
O Sebrae em Alagoas, em 2019, atendeu 60 empresas por meio do projeto Encadeamento Produtivo do Setor de Panificação e Confeitaria, em parceria com a Associação e Sindicato dos Panificadores do Estado de Alagoas (APEA) e o Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria, Bolos, Bolachas, Biscoitos e Massas Alimentícias do Estado de Alagoas (SINDIPAN/AL). Ao longo do ano foram realizadas consultorias, capacitações e participação em eventos, visando a melhoria das empresas que atuam no estado.

O destaque do ano passado foi a evolução dessas empresas na área da gestão que apresentaram aumento em 26% do Índice de Maturidade Gestão, por meio das ações do projeto, indicador que avalia a gestão da empresa com base nos princípios do Modelo de Gestão da Excelência (MEG), da Fundação Nacional Qualidade (FNQ).

De acordo com Luciano Monteiro, analista da Unidade de Indústria do Sebrae e gestor do projeto, houve uma maior repercussão da consultoria de layout, projeto arquitetônico, hidro sanitário e elétrico, devido a busca por inovação nessas empresas, com foco em ser competitivo no mercado. “Foram realizados alguns projetos, em 2019, tanto para modernizar as panificações que já existiam, como também contribuir com novos modelos”, declara o analista.

Assessoria de Imprensa Sebrae
Telefone (61) 3348-7570 / (61) 3348-7754 / (61) 3348-7161

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta