Mesmo com o aumento da informalidade e os baixos salários, os brasileiros estão comendo mais fora de casa. É o que aponta dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2017-2018, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No período analisado, as famílias gastaram em média R$ 658,23 mensais com alimentação, sendo 67,2% (R$ 442,27) com alimentos consumidos no domicílio e os demais 32,8% (R$ 215,96) com alimentação na rua. Um almoço em São Paulo custa em média R$ 34,58, já a média brasileira é de R$ 34,84, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Benefícios ao Trabalhador.

Mais do que uma demanda da vida moderna, os dados demonstram que alimentação fora de casa é um setor que traz inúmeras oportunidades de negócios. Muitas pessoas, por exemplo, têm procurado alternativas para que a alimentação não pese tanto no bolso, como o escambo, realizado, por exemplo, pela XporY.com, plataforma de permutas multilaterais.

Como funciona

Por meio do site ou do aplicativo da startup, o usuário pode se cadastrar e oferecer um serviço ou produto que será utilizado ou consumido por outro usuário da plataforma. O pagamento é efetuado por meio de uma transação do sistema em X$, que é a moeda virtual do sistema.

Segundo o sócio-fundador da empresa, Rafael Barbosa, o ramo de alimentação fora do lar é também altamente competitivo e diversificado, e o sistema de permuta é mais uma forma que estabelecimentos deste segmento têm para conquistar mais clientes. Com mais de 8 mil associados, a plataforma oferece uma gama de serviços e produtos que podem ser utilizados tanto por estabelecimentos comerciais quanto por pessoas físicas.

Através dessa economia colaborativa é possível diminuir os gastos para quem consome e aumentar a margem de lucro para quem presta esse serviço de alimentação fora do lar. Esse é o caso do chefe de cozinha Joe Martani, que é dono da Dos Santos Gastronomia, empresa especializada em comida caseira e delivery. “Faz dois meses que me cadastrei na plataforma para melhorar as minhas vendas”, frisa.

“O grande diferencial da permuta multilateral, em relação a permuta comum, é que, no caso da XporY.com, o associado tem a sua disposição uma infinidade de serviços e produtos oferecidos pelos associados da plataforma. Tudo é negociado em nossa moeda digital, de forma prática e fácil, pela internet ou via aplicativo de celular”, explica Barbosa.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta