“A inteligência artificial vai impactar todas as indústrias.” Isso é o que afirma Marcelo Claure, diretor de operações do SoftBank no Brasil. Na terceira apresentação do evento Brazil at Silicon Valley, que foi ao ar nesta quarta-feira, 20, pelo YouTube, o executivo debateu o futuro e os investimentos no mercado de tecnologia no período pós-pandemia e o impacto das novas ferramentas digitais.

“O maior aprendizado é a forma como os chineses estão fazendo a gestão da pandemia. Você não para a propagação da pandemia, mas pode contê-la”, diz. Para isso é preciso utilizar tecnologias como Inteligência Artificial e Big Data para criar modos preditivos e, assim, prever o que vai acontecer no futuro. “Quando você tem a capacidade de usar dados, é possível prever todos os desastres que vão acontecer.”

Sobre os negócios do conglomerado japonês, segundo ele, o grupo sofreu uma perda grande. “Talvez a maior de nossa história”, afirmou. “As crises começam e terminam. Temos um plano de dez anos e podemos ter um plano para os próximos 30 anos. Estamos nisso pelo longo prazo”, afirma. “Vamos apoiar a empresa na qual investimos.”

A confiança é de que a companhia possa se recuperar nos próximos meses “à medida que o mundo volte ao normal com as pessoas saindo da quarentena”, afirma. A esperança é de retorno dos investimentos que foram feitos nos últimos anos. Entre os setores, Claure aposta no crescimento do comércio eletrônico, no delivery de comida, em bancos digitais.

Canal Exclusivo Exame.com

Canal Exclusivo Exame.com

É umas das mais influentes fontes online sobre negócios no país, com foco em economia, mercados financeiros, tecnologia, marketing, gestão, meio ambiente, pequenas empresas, carreira, finanças pessoais e parceiro de conteúdo do Startupi.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta