CRAB lança série de talks gratuitos para discutir a conexão do artesanato com o mercado, regionalidades e sua importância na cultura popular do país.

O Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB) lança, na próxima semana, sua série de talks pela plataforma Teams para discutir a conexão do artesanato brasileiro com o mercado, regionalidades e sua importância na cultura popular do país. Os debates são totalmente gratuitos.

O primeiro será segunda-feira, 27 de julho, às 16h, sobre Artesanato e Regionalidade – particularidades regionais como diferencial de mercado.O talk abordará como o artesanato pode impactar social e economicamente as regiões. Participam deste bate-papo os especialistas Renato Imbroisi e Rozana Trilha, renomados curadores que participaram das exposições Serra da Capivara – Homem e Terra e Gente Peixe, realizadas no CRAB. Inscrições gratuitas pelo link: bit.ly/PapoCRAB2707

Na quinta-feira (30) o tema do talk será: Artesanato e Mercado – como tornar meu produto artesanal mais lucrativo. A especialista Regina Machado, consultora de design de produtos, estratégias comunicacionais e tendências de mercado, irá abordar tópicos como: a escolha curatorial dos produtos, o debate entre preço e valor, conceitos importantes para sobre a apresentação do produto, tudo sob a ótica da otimização do artesanato para a demanda de mercado.Inscreva-se gratuitamente pelo link: bit.ly/PapoCRAB3007

Sobre o CRAB

Criado em março de 2016 em um prédio histórico da Praça Tiradentes, no Rio de Janeiro, o CRAB completouquatro anos de atividades reforçando sua missão de promover o artesanato nacional e contribuir para qualificar a imagem dos produtos feitos à mão no Brasil.

Em suas galerias estãoou passaram importantes trabalhos de artesanato, revelando histórias, origens e territórios. Atualmente, abriga uma coleção de mais de 700 itens de todos os tipos, que representam a expressão da cultura popular e da criatividade brasileira. Entre as obras mais significativas estão algumas cerâmicas de Zezinha do Vale de Jequitinhonha (MG), de João Borges (Teresina-PI), João das Alagoas (Capela-AL) e Maria Sil (Capela-AL). No CRAB, o artesanato é valorizado como objeto de arte e de desejo.

O CRAB também se transformou num espaço cultural de múltiplas atividades, em permanente troca com os demais equipamentos culturais da região. Em suas galerias, há uma conexão com outros segmentos criativos como o design, a arquitetura, a música, o audiovisual, a literatura, a moda, as mídias e a cultura popular.

Para a proteção de visitantes e funcionários, e a prevenção ao Covid-19, alinhado à determinação dos governos estadual e municipal e às diretrizes do Sebrae Rio, continuam suspensas as atividades presenciais no CRAB.

Mais informações pelas redes sociais (Facebook e Instagram) ou pelo site http://www.crab.sebrae.com.br/

O Sebrae Rio também oferece atendimento pelo WhatsApp (96576-7825), Fale com um Especialista (Chat e E-mail), pelas redes sociais e também pelo hotsite http://especialcoronavirus.rj.sebrae.com.br/ com orientações e conteúdos variados para os pequenos negócios.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta