A Senior Concierge, negócio de impacto para prestação de serviços aos +60, recebeu seu primeiro aporte no valor de R$ 500 mil. O objetivo é avançar seu investimento em tecnologia para longevidade, incorporando assim mais capacidade de monitoramento e segurança em sua operação. A rodado foi liderada por pessoas físicas dentre elas Gustavo Roxo e Mariano García-Valiño, outros investidores preferiram ficar no anonimato.

“Já estamos avançando e investindo no nosso crescimento ancorado nas facilidades aos atendidos, conexão com familiares, monitoramento junto com cuidadores e gestão da operação. Com a pandemia da Covid-19 houve um aumento importante na busca por nossos serviços e isso acelerou os nossos planos para a primeira rodada de investimento seed”, explica Márcia Sena, farmacêutica e fundadora da Senior Concierge.

O foco dos recursos é a implantação do software e aplicativo para gestão da operação, uso de IoT e aceleração na captação de clientes. Por meio do software de gestão teremos capacidade de ganhar muita escala e qualidade no atendimento. Nele os supervisores da equipe de atenção aos idosos, gestores, cuidadores e familiares terão, em tempo real, o plano de cuidados do idoso contendo prontuário eletrônico atualizado com doenças existentes e as suas limitações, restrições alimentares e de atividades, evolução e pontos de atenção. Por fim, teremos capacidade de inserir imagens e informações sobre problemas que merecem atenção e poderão ser compartilhadas com o médico.

“Todas essas melhorias vêm com padrões elevados de compromisso com a segurança da informação com alicerce na ética médica, e obviamente atendendo a legislação atual da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)”, explica Márcia.

O modelo de atendimento da empresa, baseado no envelhecimento ativo, foi validado num desafio com a Universidade de Pittsburgh. O que se tornou também chancela para atrair o grupo de investidores nacionais e internacionais especializados em healthcare.

“Estou convicto que o mercado da longevidade é um dos maiores segmentos em healthcare. Nosso grupo de investidores percebeu, na Senior Concierge a oportunidade de investir em um negócio consolidado, com mais de cinco anos, para desbravar o blue ocean que é o envelhecimento no Brasil”, diz Mariano García-Valiño, investidor que, há mais de 25 anos, tem tido grandes êxitos como executivo e empreendedor da área da saúde de organizações públicas e privadas.

Com os avanços, a empresa espera progredir no monitoramento dos clientes, promovendo o impulsionamento do que tem como lema, o “Aging in Place”, conceito que define o envelhecimento das pessoas na sua própria casa, pelo maior tempo possível.

Foto de destaque: Márcia Sena, farmacêutica e fundadora da Senior Concierge.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta