A ViBe Saúde, empresa de telemedicina no Brasil, anunciou hoje que fechou uma rodada de financiamento de R$50 milhões. Os recursos serão usados ​​para expandir o serviço freemium de atenção primária digital para mais de 160 milhões de brasileiros que dependem de um sistema público de saúde.

A rodada foi liderada por um grupo de investidores europeus em tecnologia da saúde com participação de acionistas existentes. Em fevereiro de 2020, a ViBe já tinha captado uma rodada Seed de R$12 milhões liderada pela empresa de investimentos sueco-brasileira Webrock Ventures.  Junto com o aporte, a ViBe também selou uma parceria de inovação tecnológica com a Doktor.se, uma das principais empresas de saúde digital da Europa.

História da ViBe Saúde

Com um aumento na demanda por telemedicina em meio à pandemia de covid-19, a ViBe atingiu mais de 500 mil downloads em apenas cinco meses após lançar sua nova versão em julho de 2020. O objetivo é atingir 5 milhões de downloads até o final de 2021.

O modelo de negócios freemium da ViBe se concentra em oferecer atenção primária de qualidade a brasileiros que dependem do sistema público de saúde do Brasil. Sua plataforma oferece consultas virtuais agendadas e on-demand com clínicos gerais, psicólogos e nutricionistas, bem como Linhas de Cuidado (Digital Therapeutics) para gerenciamento de cuidados crônicos – tudo integrado com prontuários eletrônicos e wearables de bem-estar/fitness. Com isso, tem a missão de transformar e democratizar a forma como os brasileiros acessam a saúde de qualidade, aliviando a pressão sobre SUS.

Parceria com D’Or Consultoria

A ViBe também assinou recentemente um acordo com a D’Or consultoria, pertencente ao maior grupo hospitalar e clínico privado do Brasil, a Rede D’Or São Luiz. A parceria permite que a ViBe se expanda ainda mais no segmento B2B, bem como possibilita o atendimento continuado para seus pacientes, vinculando a atenção primária digital a atendimentos presenciais e atenção terciária em todo o país.

Globalmente, os negócios de telessaúde dispararam e os investidores estão se voltando para o Brasil em busca das próximas oportunidades. O uso dos recursos irá principalmente para a ampliação de seu corpo clínico próprio, aquisição de clientes e fortalecimento de marca.

“Nossa missão é oferecer o melhor atendimento digital a preços acessíveis para todos os brasileiros. Fizemos grandes progressos ao longo de 2020 devido ao nosso modelo freemium, tendo oferecido mais de 75 mil consultas gratuitas aos nossos usuários. Estamos tendo um impacto tremendo na vida de centenas de milhares de brasileiros que não têm acesso a cuidados de saúde adequados. Nossa abordagem personalizada e integrada à saúde, tornou a ViBe o aplicativo preferido e o primeiro ponto de contato para todas as necessidades de saúde de nossos usuários. Planejamos expandir nosso alcance e impacto social em 10 vezes nos próximos 12 meses, conforme aumentamos nossa equipe de médicos e psicólogos para absorver o crescimento exponencial da demanda”, reforça Ian Bonde, cofundador e CEO da ViBe.

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta