22/10/2019

0 Comentários

Na primeira parte do relato sobre “4 pontos-chave para entender Captable” falamos sobre Time, Maturidade da empresa e Deal. Nesta segunda parte vamos abordar questões como Diluição, Participação e Retorno de investimento.

3) O que esperar de diluição entre rodadas: O que é justo na hora da diluição? Quanto é muito, quanto é pouco? Essa é uma relação negociável: A decisão de diluição é uma junção de quanto você precisa de dinheiro e até onde esse dinheiro te leva, ou seja, em quanto tempo você gasta esse dinheiro. Geralmente achamos saudável captações para ciclos de 12 a 18 meses. Assumindo que o empreendedor demora em média 6 meses para fechar uma rodada de investimento, ele terá um determinado tempo para trabalhar com esse dinheiro de forma mais tranquila. A diluição é uma junção de quanto você precisa, em quanto tempo você gasta seu dinheiro e qual estado de maturidade você está.

4) Não é só a participação que importa: Participação é só um dos fatores que importam na negociação. Normalmente perguntamos “Quanto de investimento você precisa por quanto da sua empresa?” e essa é uma das primeiras perguntas, mas você tem uma série de decisões que levam a estruturar uma relação de longo prazo quanto é a de um investimento.

Como investidor anjo você tem que estar preocupado com o retorno do seu investimento e maximizar seu portfólio, mas você não pode deixar de estar atento à alguns fatores:

  • O empreendedor é a estrela do show: Se o empreendedor desiste, é difícil que você como anjo consiga substituir esse cara, principalmente no estágio inicial. Boas ideias não resistem a maus empreendedores, bons empreendedores resistem a más ideias. Na hora de tomar essa decisão, toma cuidado: você está dando a condição do empreendedor trabalhar, mas você tem que criar mecanismos que não os desincentivem nessa jornada, faça seu investimento trabalhar por você.

 

  • Maximize a chance de o empreendedor conseguir novas rodadas de investimento: “Você não precisa de 500k, precisa de 100k. Daqui 6 meses, volte a falar comigo pra conseguir mais dinheiro”, ou então “você quer uma participação muito grande numa primeira rodada, pra esses 500k dado que você não tem faturamento e só power point ou só MVP e não tem cliente, quero 50% do seu negócio”. Esses são alguns pontos de contrapartida segundo Gilberto, às vezes é preciso pressionar o empreendedor a captar menos dinheiro do que ele precisa para uma corrida de 18 meses porque exista a chance do investidor olhar para esse Captable e falar “Passo porque eu vou diluir o empreendedor que já tem metade da empresa dele em mais 20%. O empreendedor vai acabar perdendo o controle do negócio antes de ter uma primeira rodada efetiva com investidores”. Essas decisões podem afastar novos investidores e já vimos aqui que o sucesso é uma função da capacidade dessa empresa passar por novas rodadas.

 

  • Mais que a participação, pense na foto total da negociação: Contratos de investimento anjo são contratos mais simples, conforme você avança no ciclo de capital da empresa, você tem mais contato com a sopa de letrinhas. Existem uma série de termos que significam a representação do que você espera que aconteça com o seu dinheiro ao decorrer da vida da sua empresa. Então, algumas coisas que você tem que prestar atenção além da diluição são: “que tipo de direito de preferência você tem?” ou seja, se eu vender a empresa abaixo do Valuation que eu paguei, quem recebe primeiro o dinheiro?”. “Acho que vale menos e o empreendedor acha que vale mais”, mas ele tem um plano e uma meta que quer atingir com esse dinheiro, as vezes, acontece de criarmos clausulas que falam “se você bater a meta, te entrego um pouco da minha participação”, isso é chamado de learn-out. O contrário às vezes acontece, o empreendedor que é muito agressivo em preço ressalta que só vai captar nesse Valuation por um determinado preço. É comum VCS criarem mecanismos de correção: “se você não bater essas metas, quero aumentar minha participação na hora que você não bater”.  É comum em estágios iniciais o fundador ter vesting sobre as ações deles: por mais que ele tenha controle, é comum você ter mecanismos de incentivo: se você sair antes de 2 anos da startup, eu posso levar a maior parte do seu negócio para criar um pool de opções para atrair executivos para te substituir. Levar esses termos em consideração é tão importante quanto só os termos de diluição do captable.

 

  • Divida experiências: investir é muito menos ciência do que arte! Aprendemos com os erros dos outros, é bom ouvir, contar e compartilhar os nossos erros e acertos. Melhore seus investimentos conversando com outros anjos, fundos e participando dos eventos do ecossistema! A Conferência Nacional da Anjos do Brasil acontece no dia 11 de dezembro no Senac Santo Amaro. Para saber mais e garantir seu ingresso, é só clicar no botão abaixo:

Publicação Original


0 comentário

Deixe uma resposta